Please use this identifier to cite or link to this item: http://bdtd.faculdadeunida.com.br:8080/jspui/handle/prefix/60
metadata.dc.type: Dissertação
Title: ANTROPOFAGIA E IDENTIDADE CULTURAL: UMA ANÁLISE DA ANTROPOFAGIA NO DISCURSO RELIGIOSO NOS TEXTOS DA BÍBLIA HEBRAICA
metadata.dc.creator: SERENO, SAMUEL GOULART
metadata.dc.contributor.advisor1: Terra, Kenner Roger Cazotto
metadata.dc.contributor.referee1: Gonçalves, José Mário
metadata.dc.contributor.referee2: Ribeiro, Osvaldo Luiz
metadata.dc.contributor.referee3: Terra, Kenner Roger Cazotto
metadata.dc.description.resumo: Esta é uma pesquisa sobre antropofagia nos textos sagrados do Antigo Testamento, onde avaliamos se os atos de canibalismo apresentados na Bíblia Hebraica, foram fatos que realmente ocorreram no seio do antigo Israel, ou se tais relatos foram apenas um recurso literário utilizado pelos autores. Tendo concluído que os atos de canibalismo por sobrevivência realmente ocorreram, veremos então quais foram as influências deixadas pela antropofagia, para a formação da identidade cultural daquele povo. Desta forma, no primeiro capítulo faremos um trabalho de levantamento histórico para definirmos os diversos conceitos que pairam sobre o tema. No segundo capítulo, seguindo uma análise exegética baseada no método histórico-critico, onde trabalharemos com a narrativa de 2Rs 6. 24-31, que entendemos ser o precursor dos outros textos. Para finalmente, trabalharmos os outros textos que apresentam a antropofagia: nas leis, nos profetas, e na poesia; de forma a entender quais foram os reflexos da narrativa de 2Rs 6. 24-31, para a construção da identidade cultural de Israel.
Abstract: This is a research on anthropophagy in the sacred texts of the Old Testament, where we evaluate whether the act of cannibalism presented in the Hebrew Bible were facts that actually occurred in the bosom of ancient Israel, or whether such accounts were merely a literary resource used by the authors. Having concluded that the act of cannibalism for survival actually occurred, we will see then that they were like influences left by the anthropophagy, for a formation of the cultural identity of that people. Thus, in the first chapter is a historical survey to define the various concepts that hang on the theme. In the second chapter, following an exegetical analysis based on the historical-critical method, where the text of 2 Kings 6: 24-31, which we understand to be the forerunner of other texts. Finally, to work on other texts that present an anthropophagy: in laws, in prophets, and in poetry; In order to understand which were the reflections of the narrative of 2 Kings 6, 24-31, for a construction of the cultural identity of Israel.
Keywords: Antropofagia. Canibalismo. Identidade Cultural. História Cultural. Exegese.
Anthropophagy. Cannibalism. Cultural Identity. Cultural History. Exegesis
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::TEOLOGIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
metadata.dc.publisher.department: Ciências da Religiões
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Ciências das Religiões
Citation: AGNOLIN, Adone. Antropofagia ritual e identidade cultural entre os Tupinambás. Revista de Antropologia, São Paulo: USP, v.45 nº 1, 2002. ALLEN, Clifton J. (Coord.) Comentário Bíblico Broadman. Rio de Janeiro: JUERP, V. 3, 1986. ARAUJO, Anderson Dias. O Mito dos Anjos Vigilantes: Etnia e Limite no Sagrado e no Sexo: 1 Enoque 6-16. Orácula. p. 33. Disponível em: <http://oracula.com.br/numeros/ 012010/Araujo.pdf> Acesso: 20 de janeiro de 2016. ARENS, William. The Man-eating Myth: anthropology & anthropophagy. Oxford: Oxford University Press, 1980. BERGER, Peter Ludwig. O dossel sagrado: Elementos para uma teoria sociológica da religião. Tradução José Carlos Barcellos. São Paulo: Paulus, 1985. BÍBLIA Hebraica Stuttgartensia. Stuttgart: Deutsche Bibelgellschaft. 1997. BOFF, Clodovis. Como Israel se tornou povo? Evolução de Israel do estado de clã até a monarquia. Estudos Bíblicos, Petrópolis: Vozes, n. 7: 7-41, 1985. BROWN, Raymond E.; FITZMAYER, Joseph A.; MURPHY, Roland O. Novo comentário bíblico São Jerônimo: Antigo Testamento. São Paulo: Academia Cristã, Paulus, 2007. p. 378. CALOVI, Marcos. Como está solitária! Lamentações na Pesquisa Científica. Dissertação (Mestrado) - Instituto Ecumênico de Pós-Graduação em Teologia, Escola Superior de Teologia. São Leopoldo, 2006. CARTH, John. O livro de Enoque. Tradução: John Carth, São Paulo: Saraiva, 2013. CARVALHO, Eliane Knorr de. Canibalismo e antropofagia: do consumo à sociabilidade. In: Encontro Regional de História: Poder, Violência e Exclusão, XIX, 2008, São Paulo. Anais, ANPUH/SP – USP, 2008a. _______. Canibalismo e Normalização. Dissertação (Mestrado) PUC, São Paulo, 2008b. CAZELLES, Henri. História Política de Israel: Desde as origens até Alexandre Magno. São Paulo: Paulinas, 1986. CHARLES, R. H. The Book of Enoch. Oxford: Claredon Press, 1893. CHARTIER, Roger. A história cultural: entre práticas e representações. Algés: Difel, 2002. CROATTO, José Severino. As linguagens da experiência religiosa: Uma introdução à fenomenologia da religião. São Paulo: Paulinas, 2001. CROSS, Frank Moore. The themes of the book of Kings and the structure of the Deuteronomistic History. Canaanite Myth and Hebrew Epic, 1973, p. 274-289. CRÜSEMANN, F. A Torá: Teologia e História social da lei no Antigo Testamento. Petrópolis: Vozes, 2001. DALJEET. Kali: The most powerful cosmic female. Article of the month – February 2009. Disponível em: <http://www.yogadevi.org/Kali.pdf> Acesso em: 15 de maio de 2016. DAVIDSON, Francis. O novo comentário da Bíblia. São Paulo: Sociedade Religiosa Edições Vida Nova, 1995. DENINA, Don Carlos. História política e Literária de Grécia. Madri: Pantaleon Aznar, 1794. De VAUX, Roland. Instituições de Israel no Antigo Testamento. São Paulo: Teológica, 2003. DIEHL, Daniel; DONNELLY, Mark P. Devorando o vizinho: uma história do canibalismo. Trad. Renato Rezende. São Paulo: Globo, 2007. DONNER, Herbert. História de Israel e dos povos vizinhos, vol. 2. Petrópolis/São Leopoldo: Vozes/Sinodal, 2000. DREHER, Carlos A. Escravos no Antigo Testamento. Estudos Bíblicos, Petrópolis: Vozes, 18: p. 9-26, 1988. _______. O trabalhador e o trabalho sob o reino de Salomão. Estudos Bíblicos, Petrópolis: Vozes, 11: 48-68, 1986. ELIADE, Mircea. Mito e realidade. São Paulo: Perspectiva, 1972. _______. O sagrado e o profano. Tradução: Rogerio Fernandes, São Paulo: Martins Fontes, 1992. FINKELSTEIN, Israel; SILBERMANN, Neil Asher. A Bíblia não tinha razão. São Paulo: A girafa, 2003. FRANCISCO, Edson de Faria. Língua Hebraica: aspectos históricos e características. São Bernardo do Campo: 2009. p. 2-10. Disponível em: <http://bibliahebraica.com.br/wp-content/uploads/2010/10/Lingua-Hebraica-PeriodosHistoricos-e-Caracteristicas1.pdf>. Acesso em: 10 jun. 2016. ________. Manual da Bíblia Hebraica: Introdução ao texto massorético guia Introdutório para a Bíblia Hebraica Stuttgartensia. São Paulo: Vida Nova, 2008. GAARDER, Jostein; HELLERN, Victor; NOTAKER, Henry. O livro das religiões. São Paulo: Cia das Letras, 2000. GOTTWALD, Norman. Introdução Socioliterária à Bíblia Hebraica. São Paulo: Paulus, 1988. HARARI, Yuval Noah. Sapiens: Uma breve história da humanidade. Porto Alegre: L&PM, 2014. HARRIS, Marvin. Canibales y reyes: las origenes de las culturas. Madrid: Alianza Editorial, 1992. HARRIS, R. Laird. Et all (Org.) Dicionário Internacional de Teologia do Antigo Testamento. São Paulo: Vida Nova, 2008. HERÓDOTO. Histórias. Tradução J. Brito Broca. Rio de Janeiro: eBooksBrasil, 2006. Disponível em: <http://www.ebooksbrasil.org/eLibris/historiaherodoto.html> Acesso em: 10 de Junho de 2016. HESÍODO. Teogonia: A origem dos deuses. Tradução de Jaa Torrano. São Paulo: Iluminuras, 1995. HOLLADAY, William L. Léxico Hebraico e Aramaico do Antigo Testamento. São Paulo: Vida Nova, 2010. HOMERO. Odisseia. Lisboa: Livros Cotovia, 2005. KELLEY, Page. Hebraico Bíblico: Uma gramática Introdutória. São Leopoldo: Sinodal, 1998. KILPP, Nelson. Jeremias diante do Tribunal. Estudos Teológicos, 46, n 1, São Leopoldo: EST, p. 52 – 70, 2006. LARAIA, Roque de Barros. Cultura: um conceito antropológico. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2003. LESTRINGANT, Frank. O canibal: grandeza e decadência. Brasília: Universal de Brasília, 1997. LUZ, Guilherme Amaral. Carne humana: canibalismo e retórica jesuítica na América portuguesa quinhentista. Tese (Doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Campinas, 2006. MAZAR, Amihai. Arqueologia na terra da Bíblia. 10.000 – 586 a.C. São Paulo: Paulinas, 2003. MILIK, J. T. The Books of Enoch. Aramaic Fragments of Qumram Cave 4. Oxford: Claredon Press, 1970. MILLER, Karina. Canibalismo y modernidad: la historia como plato principal. Revista Iberoamericana, Pittsburgh, v. LXXII, n. 215-216, p. 515-529. MONTAIGNE, Michael de. Ensaios. Volume 1. Série: Os Pensadores. São Paulo: Nova Cultural, 2000. MONTEFIORE, Simon Sebag. Jerusalém: a biografia. São Paulo: Companhia das Letras, 2013. PACHECO, Fernando Notário. ¿Caníbales, Dioses Y Reyes? Acerca del canibalismo y los conflictos divinos en la teogonía (453-473 Y 886-900). Ayres, Huelva, 11, p. 93-114, 2013. PANCORBO, Luiz. El banquete humano: Una historia cultural del canibalismo. Madrid: Siglo XXI. 2008. PEÑA, Manuel Moros. Historia natural del Canibalismo: un sorprendente recorrido por la antropofagia desde la antigüedad hasta nuestros días. Madrid: Nowtilus, 2008. PEREIRA, Nancy Cardoso. Escatologia: Flores e Fezes. Uma leitura da parábola de 2Rs 6,24-31. Estudos Bíblicos, Petrópolis: Vozes, 93: 9-18, 2007. _______. Profecia e cotidiano: Mulher e criança no ciclo do profeta Eliseu. RIBLA -Revista de Interpretação Bíblica Latino-Americana, n.14, Petrópolis: Vozes, p. 7-18, 1993. PIXLEY, Jorge. A História de Israel a partir dos Pobres. Petrópolis: Vozes, 1999. REIMER, Haroldo. Monoteísmo e identidade. Protestantismo em Revista, São Leopoldo, v. 16, n. 2, p. 69-70, 2008. RENKEMA, Johan. Lamentation. Em: RBL Publicado em: 07 de Outubro de 2000. Disponível em: <htpp://www.bookreviews.org/pdf/2807_1265.pdf> Acesso em: 12 de Dezembro de 2016. ROY. L. Honeycutt Jr. 1 e 2 Reis In: ALLEN, Clifton J. (Coord.) Comentário Bíblico Broadman. Rio de Janeiro: JUERP, 1986. V. 3, p. 161-315. SICRE, José Luis. Introdução ao Antigo Testamento. Petrópolis: Vozes, 1994. ______. Profetismo em Israel: O profeta. Os profetas. A mensagem. Petrópolis: Vozes, 1996. SILVA, Airton José. O contexto Histórico da Obra Deuteronomista. Estudos Bíblicos. Petrópolis: Vozes, 88: p. 11-27, 2005. SILVA, Cassio Murilo Dias. Mosaico literário de uma história de reis e de profetas: 1Rs 12; 2Rs 17. RIBLA -Revista de Interpretação Bíblica Latino-Americana. Petrópolis: Vozes, 60, p. 111-136, 2008. STADEN, Hans. Duas Viagens ao Brasil: primeiros registros sobre o Brasil. Porto Alegre: L&Pm, 2008. SCHWANTES, Milton. Sofrimento e esperança no Exílio: História e teologia do povo de Deus no século VI a.C. São Leopoldo: Oikos, 2009. TERRA, Kenner Roger Cazzoto. Os anjos que caíram do céu: o livro de Enoque e o demoníaco no mundo judaico-cristão. São Paulo: Fonte Editorial, 2014. VAILATTI, Carlos Augusto. Os “Filhos de Deus” e as “Filhas do Homem”. As várias interpretações dadas a Gênesis 6.1-4. Vértices, São Paulo: USP, 15: 96-123, 2013. VIDAL-NAQUET, Pierre. On cannibalism, its existence, and how it has been explained. A paper eichmann (1980): Anatomy of a lie. New York: Columbia University Press, 1992. Disponível em: <http://www.anti-rev.org/textes/VidalNaquet92a/>. Acesso em: 28 Jul. 2016. VIERCI, Pablo. A sociedade da neve: os dezesseis sobreviventes da tragédia dos Andes contam toda a história pela primeira vez. São Paulo: Companhia das Letras, 2010. VITÓRIO, Valdemir. O livro dos Reis: redação e teologia. Estudos Bíblicos. Petrópolis: Vozes, n. 88: 2005. WILSON, Robert R. Profecia e sociedade no antigo Israel. São Paulo: Paulus, 2006. WOLF, Hans Walter. Javé e os deuses na profecia veterotestamentária. Em: GERSTENBERG, Gerhard (Org.). Deus no Antigo Testamento. São Leopoldo: ASTE, 1981. ZABATIERO, Júlio Paulo Tavares. Uma história cultural de Israel. São Paulo: Paulus, 2013.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: http://bdtd.faculdadeunida.com.br:8080/jspui/handle/prefix/60
Issue Date: 6-Jun-2017
Appears in Collections:Programa de Pós-graduação Stricto Sensu em Ciências das Religiões

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação - Samuel Goulart Sereno_p.pdfDissertação - Samuel Goulart Sereno_p1,51 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.