Please use this identifier to cite or link to this item: http://bdtd.faculdadeunida.com.br:8080/jspui/handle/prefix/51
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisor1Rosa, Wanderley Pereira da-
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/4862528985112896pt_BR
dc.contributor.referee1Souza, Cleinton Roberto Perpeto de-
dc.contributor.referee1Latteshttp://lattes.cnpq.br/9603711186053943pt_BR
dc.contributor.referee2Ulrich, Claudete Beise-
dc.contributor.referee2Latteshttp://lattes.cnpq.br/9944681145159594pt_BR
dc.contributor.referee3Rosa, Wanderley Pereira da-
dc.contributor.referee3Latteshttp://lattes.cnpq.br/4862528985112896pt_BR
dc.creatorPEREIRA, WENDELL LEONARDO-
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/7232057094230024pt_BR
dc.date.accessioned2018-08-16T17:52:44Z-
dc.date.available2015-12-11-
dc.date.available2018-08-16T17:52:44Z-
dc.date.issued2015-12-11-
dc.identifier.citationALMEIDA FILHO, N. Desenvolvimento e dependência: cátedra Ruy Mauro Marini. Org: Niemeyer Almeida Filho. Brasília: Ipea, 2013. ALVES, Rubem. O Suspiro dos Oprimidos. São Paulo: Paulus, 1999. _____________. Por uma Teologia da Libertação. São Paulo: Fonte Editorial, 2012. ALTHUSSER, Louis. Aparelhos Ideológicos do Estado. Rio de Janeiro: Graal, 2010. ANDERSON, Perry. Espectro: da direita à esquerda no mundo das ideias. São Paulo: Boitempo, 2012. AVILA, RóberIturriet. Construção do homo economicus e a sua necessária desconstrução. Ensaios FEE, Porto Alegre, v. 35, n. 2, p. 309-336, dez. 2014.Disponível em: http://revistas.fee.tche.br/index.php/ensaios. Acesso em: 19 de junho 2015. BEHRING, Elaine Rossetti. Acumulação capitalista, fundo público e política social. In: BEHRING, Elaine Rossetti; BOSCHETTI, Ivanete (orgs). Política Social no Capitalísmo: tendências contemporâneas. 2.ed. São Paulo: Cortez, 2009. BERGER, Peter L. O Dossel Sagrado: elementos para uma teoria sociológica da Religião. São Paulo: Paulus, 1985. BERGER L. Peter. A dessecularização do mundo: Uma visão global. Religião e Sociedade. Rio de Janeiro, 21(1): 9-24, 2000 (p.10-11). Acesso do em:<http://www.iser.org.br/religiaoesociedade/pdf/berger21.1_2000.pdf>Disponível em: 19 de junho de 2015. BOBBIO, Norberto. O conceito de sociedade civil. Rio de Janeiro: Graal, 1982. BUCKINGHAM, Will et al. O livro da filosofia. São Paulo: Globo, 2011. BURITI, Joanildo. Fé na Revolução: protestantismo e o discurso revolucionário brasileiro (1961- 1964). Rio de Janeiro: Novos Passos, 2011. CAMPOS, Leonildo Silveira. Teatro, Templo e Mercado. Petrópolis/RJ: Vozes; São Paulo: Simpósio Editora e Universidade Metodista, 1997. CARCANHOLO, Marcelo Dias; BARUCO, Grasiela Cristina da Cunha. A atual ideologia conservadora e o capitalismo contemporâneo: uma crítica à teoria pós-moderna neoliberal. In: Encontro Nacional de Economia, 36, 2008, Salvador. Anais eletrônicos... Salvador: ANPEC, 2008. Disponível em: <http://www.anpec.org.br/encontro2008/artigos/200807091134410-.pdf>. Acesso em: 26 jul. 2010. CARCANHOLO, Reinaldo A. Capital: Essência e Aparência. São Paulo Expressão Popular, 2011. CARVALHO, José Murilo de. Mandonismo, Coronelismo, Clientelismo: Uma Discussão Conceitual. Dados, Rio de Janeiro, v. 40, n. 2, 1997. Disponível em:<http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0011-2581997000200003&script=sci_arttext> Acesso em: 24 de março de 2015. CESAR, Waldo; SHAULL, Richard. Pentecostalismo e futuro das Igrejas Cristãs. RJ: Vozes, 1999. COUTINHO, Carlos Nelson. Intervenções: O marxismo na batalha das ideias. São Paulo: Cortez, 2006. __________, Carlos Nelson. Cultura e Sociedade no Brasil. 4. Ed. São Paulo: Expressão Popular, 2011. CUNHA, Magali do Nascimento. Protestantismo e Sociedade Brasileira: Caminhos, Descaminhos e Perspectivas da Trajetória Evangélica no Espaço Público In: ROSA, Wanderley Pereira; RIBEIRO, Osvaldo Luiz (Org). Religião e Sociedade (Pós) Secular. Santo André/São Paulo: Academia Cristã; Vitória/ES: Editora Unida, 2014. DOIMO, Ana Maria. A vez e a voz do Popular: Movimento Popular e participação Política no Brasil pós-70. Rio de Janeiro: Relume-Dupará, 1995. EVANGELISTA, João Emanuel. Teoria Social Pós-Moderna: Introdução Crítica. Porto Alegre: Sulina, 2007. FERNANDES, Florestam. Circuito Fechado: quatro ensaios sobre o “poder institucional”. São Paulo: HUCITECP. 1976. ____________________. A revolução burguesa no Brasil: Ensaio de interpretação Sociologia. São Paulo: Globo, 2006. FIORIM, José Luiz. Linguagem e Ideologia. São Paulo: Ática. 1998. FONSECA, Alexandre Brasil. Relações e Privilégios: estado, secularização, e diversidade religiosa no Brasil. Rio de Janeiro: Novos Diálogos Editora, 2011. FRIGERIO, Alejandro. O paradigma da escolha racional: mercado regulado e pluralismo religioso. pp. 17-39, Tempo Social, revista de sociologia da USP, v. 20, n. 2, 2008. Disponível em:<http://www.scielo.br/pdf/ts/v20n2/02.pdf>. Acesso em: 20 de junho de 2015. FRESTON, Paul. Protestantes e Política no Brasil: da Constituinte ao Impeachment. Tese (Doutorado em Ciências Sociais), Departamento de Ciências Sociais do Instituto de Filosofia e Ciências Humanas da UNICAMP.1993. ______________. Religião, Política sim; Igreja e Estado, não: os evangélicos e a participação política. Viçosa/MG: Ultimato, 2006. GHIRALDELLI Junior, Paulo. Filosofia e História da Educação Brasileira. Barueri/SP: Manole, 2003. GRISSAULT, Katy. 50 autores-chave de filosofia... e seus textos incorrigíveis. Petropolis: Vozes, 2012. GOHN, Maria da Glória. Teoria dos Movimentos Sociais – Paradigmas Clássicos e Contemporâneos. São Paulo/SP: Loyola, 1997. HARVEY, David. O Neoliberalismo: história e implicações. São Paulo: Loyola, 2013. HINKELAMMERT, Fraz J. Crítica à Razão Utópica. São Paulo: Paulinas, 1988. LIMA, Diana. Trabalho, mudança de vida e prosperidade entre fiéis da Igreja Universal do Reino de Deus. Religião & Sociedade v. 27, p. 132-155, 2007. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rs/v27n1/a06v27n1 Acesso em: 19 de junho de 2015. LIMONGI, Fernando. Fernando Henrique Cardoso: teoria da dependência e transição democrática. Novos Estudos. CEBRAP, São Paulo, n.94, Nov. 2012. Disponível em <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-33002012000300012> Acesso em: 19 de junho 2015. LOCATELLI, Piero; MARTINS, Rodrigo.O poder dos evangélicos na política: Os evangélicos crescem com efeitos importantes na política, mas só Deus conhece o desfecho dessa história. Carta Capital. [on-line]2014. Disponível em: <www.cartacapital.com.br/revista/811/alem-do-misticismo-9696.html>Acesso em: 23 de outubro de 2015. MACEDO, Edir. Nos passos de Jesus. Rio de Janeiro: Gráfica Universal, 1993. _____________. Plano de Poder – Deus, os Cristãos e a Política. Rio de Janeiro: Thomas Nelson Brasil. 2008. MARTINS, Carlos Eduardo. O pensamento de Ruy Mauro Marini e sua atualidade para as Ciências Sociais. In: Niemeyer Almeida Filho (Org) Desenvolvimento e dependência: cátedra Ruy Mauro Marini. Brasília: Ipea, 2013. MARTINS, Paulo Henrique. A cultura política do patriarcalismo. Estudos de Sociologia – Revista do programa de pós graduação em sociologia da UFPE. Volume I, nº 1, 1995. Disponível em: http://www.revista.ufpe.br/revsocio/index.php/revista/article/view/322. Acesso em: 19 de junho de 2015. MARIANO, Ricardo. Sociologia da Religião e seu foco na secularização In: USARSKI, Frank; PASSOS, João Daécio (org). Compendio de Ciência da Religião. São Paulo: Paulinas, 2013. MARIÁTEGUI, José Carlos, Sete ensaios de interpretação da realidade Peruana. São Paulo: Expressão Popular LTDA, 2008. MARX, Karl. O Capital: Crítica da Economia Política: Livro I. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2008. MARIZ, Cecília Loreto. Secularização e dessecularização: comentários a um texto de Peter L. Berger. Religião e Sociedade, Rio de Janeiro, 21(1): 25-39, 2000. Disponível em: <http://www.iser.org.br/religiaoesociedade/pdf/mariz21.1_2000.pdf> Acesso em: 19 de junho de 2015. MÉZÁROS, István. Filosofia, Ideologia e Ciência Social. São Paulo: Boitempo, 2011. ________________. O poder da ideologia. São Paulo: Boitempo, 2004. MONTESQUIEU, O Espírito das Leis. São Paulo: Ed. Nova Cultural. Volume 1, 1997. NISKIER, Arnaldo. Filosofia da Educação: Uma visão Crítica. Rio de Janeiro: Consultor, 1992. NOGUEIRA, Marco Aurélio. Em Defesa da política. São Paulo: Editora Senac, 2001. OLIVEIRA, Anna Cynthia; HADDAD, Sérgio. As organizações da sociedade civil e as ONGS de Educação. Cadernos de Pesquisa, nº 112, p. 61-83, março/ 2001. Disponível: em<www.scielo.br/pdf/cp/n112/16101.pdf> Acesso em: 2 de janeiro de 2015. PORTELLI, Hugues. Gramsci e o bloco histórico. Rio de Janeiro: Paz e Vida, 1977. PRADO Jr, Caio. A revolução brasileira. São Paulo: Brasiliense, 1972. ______________. História Econômica do Brasil. São Paulo: Brasiliense, 2006. PEREIRA, Célia Barbosa da Silva. O caráter político-pedagógico dos movimentos populares de bairro da Grande São Pedro: Avanços e recuos sob o imperativo da ordem capitalista. 2012. Dissertação (Mestrado em Política Social) – Programa de Pós-Graduação em Política Social, Universidade Federal do Espírito Santo, Vitória, 2012. SABAINI, Wallace Tesch. Estado e Religião – Uma análise à luz do direito fundamental à liberdade de religião no Brasil. São Paulo: Universidade Presbiteriana Mackenzie. 2010. SAMPAIO JR, P.S.A, Entre a Nação e a Barbárie: Uma leitura da contribuição de Caio Prado Jr., Florestan Fernandes e Celso Furtado à crítica do capitalismo dependente. Tese (Doutorado em Economia Aplicada), Programa de pós-Graduação em Economia, UNICAMP, 1997. Disponível em: <http://www.bibliotecadigital.unicamp.br/document/?code=vtls000122819> Acesso em: 19 de junho de 2015. SANTANA, Joana Valente. Gestão de Cidades no Brasil. Campinas/SP: Papel Social, 2013. SANTOS JUNIOR, Aloísio Cristovam dos. A liberdade de organização religiosa e o Estado Laico brasileiro. São Paulo/SP: Editora: Mackenzie, 2007. SINNER, Rudolf Von. Igrejas e Democracia no Brasil: In: ROSA, Wanderley Pereira; RIBEIRO, Osvaldo Luiz (Org). Religião e Sociedade (Pós) Secular. Santo André/São Paulo: Academia Cristã; Vitória/ES: Editora Unida, 2014. SOUZA, André Ricardo de. O desempenho político eleitoral dos evangélicos de 1986 a 2008.Revista Brasileira de História das Religiões – ANPUH. Maringá (PR) v. 1, n. 3, 2009. Disponível em <http://www.dhi.uem.br/gtreligiao/pub.html>Acesso em: 23 de outubro de 2015. SOUZA, Bertone de Oliveira. Teologia da Prosperidade e a redefinição do protestantismo brasileiro: Uma abordagem a luz da análise do discurso. Revista Brasileira de História das Religiões. ANPUH, Ano IV, n. 11, Setembro 2011. Disponível em: <http://www.dhi.uem.br/gtreligiao/pdf10/12.pdf> Acesso em: 19 de junho de 2015. SOUZA, Etiane Caloy Bovkalovski de; MAGALHÃES, Marionilde Dias Brepohl de. Pentecostais: entre a fé e a política. Revista Brasileira de História, vol. 22, nº 43, 2002, p. 87. Disponível em:<http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0102-01882002000100006&script=sci_arttext>. Acesso em: 7 de outubro de 2015. TELO, Fabricio; DE DAVID, Cesar. O rural depois do êxodo: as implicações do despovoamento dos campos no distrito de Arroio do Só, município de Santa Maria/RS, Brasil. Mundo agr., La Plata, v. 13, n. 25, dic. 2012 . Disponível em:<http://www.scielo.org.ar/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1515-59942012000200005&lng=es&nrm=iso>. Acesso em: 19 março de 2015. SCHLAMELCHER, Jens. Teorias econômicas no estudo da religião. In: USARSKI, Frank; PASSOS, João Daécio (org). Compendio de Ciência da Religião. São Paulo: Paulinas, 2013. SUNG, Jung Mo. Desejo, Mercado e Religião. Petrópolis/RJ: Vozes, 1997. VÁZQUEZ, Sánches Adolfo. Filosofia da Práxis. 2.ed. São Paulo: Expressão Popular, 2011. WEBER, Max. A Ética Protestante e o Espírito do Capitalismo. São Paulo: Martin Claret, 2004.pt_BR
dc.identifier.urihttp://bdtd.faculdadeunida.com.br:8080/jspui/handle/prefix/51-
dc.description.abstractThe research presented aims to understand the relationship of neo-Pentecostal evangelical church with politics and the economy in the Brazilian reality. From the 1990s Brazil suffered structural changes that have hit both the culture and politics. The external and internal factors on the world stage have contributed to these changes. Neoliberalism and postmodernity come as sides of the same coin, ie the capital. The theology of prosperity and growth of neo-Pentecostal churches absorb values and ideologies of a structure aimed at profit. And this leads to impaired assimilation reading with the reproduction of such ideologies. Reproduction occurs both in the political-ideological sense as in the cultural sense. The political space after the great growth of the evangelical happens to be occupied by religious who manifest their beliefs reproving laws against the same in a conservative approach. The research allows us to see the need for an expanded study of the relationship between "citizenship and evangelical bench".pt_BR
dc.description.resumoA pesquisa apresentada tem como objetivo compreender a relação da igreja evangélica neopentecostal com a política e a economia na realidade brasileira. A partir dos anos 1990 o Brasil sofreu mudanças estruturais que atingiram tanto a cultura quanto a política. Os fatores externos e internos no cenário mundial contribuíram para essas mudanças. O neoliberalismo e a pós-modernidade surgem como lados de uma mesma moeda, ou seja, do capital. A teologia da prosperidade e o crescimento das igrejas neopentecostais absorvem valores e ideologias de uma estrutura que visa o lucro. A propagação de tal ideário leva a uma leitura comprometida com a reprodução de tais princípios capitalistas. A reprodução se dá tanto no sentido político-ideológico quanto no sentido cultural. O espaço político após o grande crescimento dos evangélicos passa a ser ocupado por religiosos que manifestam suas convicções reprovando leis contrárias as mesmas em uma postura conservadora. A pesquisa nos permite enxergar a necessidade de um estudo ampliado acerca da relação entre “cidadania e bancada evangélica”pt_BR
dc.description.provenanceSubmitted by Sara Rosa (estagiario.mestrado@faculdadeunida.com.br) on 2018-08-16T17:52:44Z No. of bitstreams: 1 Dissertação - Wendell Leonardo Pereira.PDF: 11050058 bytes, checksum: 81a51062120de7129e3723d77082317f (MD5)en
dc.description.provenanceMade available in DSpace on 2018-08-16T17:52:44Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Dissertação - Wendell Leonardo Pereira.PDF: 11050058 bytes, checksum: 81a51062120de7129e3723d77082317f (MD5) Previous issue date: 2015-12-11en
dc.languageporpt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentCiências da Religiõespt_BR
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Ciências das Religiõespt_BR
dc.relation.referencesALMEIDA FILHO, N. Desenvolvimento e dependência: cátedra Ruy Mauro Marini. Org: Niemeyer Almeida Filho. Brasília: Ipea, 2013. ALVES, Rubem. O Suspiro dos Oprimidos. São Paulo: Paulus, 1999. _____________. Por uma Teologia da Libertação. São Paulo: Fonte Editorial, 2012. ALTHUSSER, Louis. Aparelhos Ideológicos do Estado. Rio de Janeiro: Graal, 2010. ANDERSON, Perry. Espectro: da direita à esquerda no mundo das ideias. São Paulo: Boitempo, 2012. AVILA, RóberIturriet. Construção do homo economicus e a sua necessária desconstrução. Ensaios FEE, Porto Alegre, v. 35, n. 2, p. 309-336, dez. 2014.Disponível em: http://revistas.fee.tche.br/index.php/ensaios. Acesso em: 19 de junho 2015. BEHRING, Elaine Rossetti. Acumulação capitalista, fundo público e política social. In: BEHRING, Elaine Rossetti; BOSCHETTI, Ivanete (orgs). Política Social no Capitalísmo: tendências contemporâneas. 2.ed. São Paulo: Cortez, 2009. BERGER, Peter L. O Dossel Sagrado: elementos para uma teoria sociológica da Religião. São Paulo: Paulus, 1985. BERGER L. Peter. A dessecularização do mundo: Uma visão global. Religião e Sociedade. Rio de Janeiro, 21(1): 9-24, 2000 (p.10-11). Acesso do em:<http://www.iser.org.br/religiaoesociedade/pdf/berger21.1_2000.pdf>Disponível em: 19 de junho de 2015. BOBBIO, Norberto. O conceito de sociedade civil. Rio de Janeiro: Graal, 1982. BUCKINGHAM, Will et al. O livro da filosofia. São Paulo: Globo, 2011. BURITI, Joanildo. Fé na Revolução: protestantismo e o discurso revolucionário brasileiro (1961- 1964). Rio de Janeiro: Novos Passos, 2011. CAMPOS, Leonildo Silveira. Teatro, Templo e Mercado. Petrópolis/RJ: Vozes; São Paulo: Simpósio Editora e Universidade Metodista, 1997. CARCANHOLO, Marcelo Dias; BARUCO, Grasiela Cristina da Cunha. A atual ideologia conservadora e o capitalismo contemporâneo: uma crítica à teoria pós-moderna neoliberal. In: Encontro Nacional de Economia, 36, 2008, Salvador. Anais eletrônicos... Salvador: ANPEC, 2008. Disponível em: <http://www.anpec.org.br/encontro2008/artigos/200807091134410-.pdf>. Acesso em: 26 jul. 2010. CARCANHOLO, Reinaldo A. Capital: Essência e Aparência. São Paulo Expressão Popular, 2011. CARVALHO, José Murilo de. Mandonismo, Coronelismo, Clientelismo: Uma Discussão Conceitual. Dados, Rio de Janeiro, v. 40, n. 2, 1997. Disponível em:<http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0011-2581997000200003&script=sci_arttext> Acesso em: 24 de março de 2015. CESAR, Waldo; SHAULL, Richard. Pentecostalismo e futuro das Igrejas Cristãs. RJ: Vozes, 1999. COUTINHO, Carlos Nelson. Intervenções: O marxismo na batalha das ideias. São Paulo: Cortez, 2006. __________, Carlos Nelson. Cultura e Sociedade no Brasil. 4. Ed. São Paulo: Expressão Popular, 2011. CUNHA, Magali do Nascimento. Protestantismo e Sociedade Brasileira: Caminhos, Descaminhos e Perspectivas da Trajetória Evangélica no Espaço Público In: ROSA, Wanderley Pereira; RIBEIRO, Osvaldo Luiz (Org). Religião e Sociedade (Pós) Secular. Santo André/São Paulo: Academia Cristã; Vitória/ES: Editora Unida, 2014. DOIMO, Ana Maria. A vez e a voz do Popular: Movimento Popular e participação Política no Brasil pós-70. Rio de Janeiro: Relume-Dupará, 1995. EVANGELISTA, João Emanuel. Teoria Social Pós-Moderna: Introdução Crítica. Porto Alegre: Sulina, 2007. FERNANDES, Florestam. Circuito Fechado: quatro ensaios sobre o “poder institucional”. São Paulo: HUCITECP. 1976. ____________________. A revolução burguesa no Brasil: Ensaio de interpretação Sociologia. São Paulo: Globo, 2006. FIORIM, José Luiz. Linguagem e Ideologia. São Paulo: Ática. 1998. FONSECA, Alexandre Brasil. Relações e Privilégios: estado, secularização, e diversidade religiosa no Brasil. Rio de Janeiro: Novos Diálogos Editora, 2011. FRIGERIO, Alejandro. O paradigma da escolha racional: mercado regulado e pluralismo religioso. pp. 17-39, Tempo Social, revista de sociologia da USP, v. 20, n. 2, 2008. Disponível em:<http://www.scielo.br/pdf/ts/v20n2/02.pdf>. Acesso em: 20 de junho de 2015. FRESTON, Paul. Protestantes e Política no Brasil: da Constituinte ao Impeachment. Tese (Doutorado em Ciências Sociais), Departamento de Ciências Sociais do Instituto de Filosofia e Ciências Humanas da UNICAMP.1993. ______________. Religião, Política sim; Igreja e Estado, não: os evangélicos e a participação política. Viçosa/MG: Ultimato, 2006. GHIRALDELLI Junior, Paulo. Filosofia e História da Educação Brasileira. Barueri/SP: Manole, 2003. GRISSAULT, Katy. 50 autores-chave de filosofia... e seus textos incorrigíveis. Petropolis: Vozes, 2012. GOHN, Maria da Glória. Teoria dos Movimentos Sociais – Paradigmas Clássicos e Contemporâneos. São Paulo/SP: Loyola, 1997. HARVEY, David. O Neoliberalismo: história e implicações. São Paulo: Loyola, 2013. HINKELAMMERT, Fraz J. Crítica à Razão Utópica. São Paulo: Paulinas, 1988. LIMA, Diana. Trabalho, mudança de vida e prosperidade entre fiéis da Igreja Universal do Reino de Deus. Religião & Sociedade v. 27, p. 132-155, 2007. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rs/v27n1/a06v27n1 Acesso em: 19 de junho de 2015. LIMONGI, Fernando. Fernando Henrique Cardoso: teoria da dependência e transição democrática. Novos Estudos. CEBRAP, São Paulo, n.94, Nov. 2012. Disponível em <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-33002012000300012> Acesso em: 19 de junho 2015. LOCATELLI, Piero; MARTINS, Rodrigo.O poder dos evangélicos na política: Os evangélicos crescem com efeitos importantes na política, mas só Deus conhece o desfecho dessa história. Carta Capital. [on-line]2014. Disponível em: <www.cartacapital.com.br/revista/811/alem-do-misticismo-9696.html>Acesso em: 23 de outubro de 2015. MACEDO, Edir. Nos passos de Jesus. Rio de Janeiro: Gráfica Universal, 1993. _____________. Plano de Poder – Deus, os Cristãos e a Política. Rio de Janeiro: Thomas Nelson Brasil. 2008. MARTINS, Carlos Eduardo. O pensamento de Ruy Mauro Marini e sua atualidade para as Ciências Sociais. In: Niemeyer Almeida Filho (Org) Desenvolvimento e dependência: cátedra Ruy Mauro Marini. Brasília: Ipea, 2013. MARTINS, Paulo Henrique. A cultura política do patriarcalismo. Estudos de Sociologia – Revista do programa de pós graduação em sociologia da UFPE. Volume I, nº 1, 1995. Disponível em: http://www.revista.ufpe.br/revsocio/index.php/revista/article/view/322. Acesso em: 19 de junho de 2015. MARIANO, Ricardo. Sociologia da Religião e seu foco na secularização In: USARSKI, Frank; PASSOS, João Daécio (org). Compendio de Ciência da Religião. São Paulo: Paulinas, 2013. MARIÁTEGUI, José Carlos, Sete ensaios de interpretação da realidade Peruana. São Paulo: Expressão Popular LTDA, 2008. MARX, Karl. O Capital: Crítica da Economia Política: Livro I. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2008. MARIZ, Cecília Loreto. Secularização e dessecularização: comentários a um texto de Peter L. Berger. Religião e Sociedade, Rio de Janeiro, 21(1): 25-39, 2000. Disponível em: <http://www.iser.org.br/religiaoesociedade/pdf/mariz21.1_2000.pdf> Acesso em: 19 de junho de 2015. MÉZÁROS, István. Filosofia, Ideologia e Ciência Social. São Paulo: Boitempo, 2011. ________________. O poder da ideologia. São Paulo: Boitempo, 2004. MONTESQUIEU, O Espírito das Leis. São Paulo: Ed. Nova Cultural. Volume 1, 1997. NISKIER, Arnaldo. Filosofia da Educação: Uma visão Crítica. Rio de Janeiro: Consultor, 1992. NOGUEIRA, Marco Aurélio. Em Defesa da política. São Paulo: Editora Senac, 2001. OLIVEIRA, Anna Cynthia; HADDAD, Sérgio. As organizações da sociedade civil e as ONGS de Educação. Cadernos de Pesquisa, nº 112, p. 61-83, março/ 2001. Disponível: em<www.scielo.br/pdf/cp/n112/16101.pdf> Acesso em: 2 de janeiro de 2015. PORTELLI, Hugues. Gramsci e o bloco histórico. Rio de Janeiro: Paz e Vida, 1977. PRADO Jr, Caio. A revolução brasileira. São Paulo: Brasiliense, 1972. ______________. História Econômica do Brasil. São Paulo: Brasiliense, 2006. PEREIRA, Célia Barbosa da Silva. O caráter político-pedagógico dos movimentos populares de bairro da Grande São Pedro: Avanços e recuos sob o imperativo da ordem capitalista. 2012. Dissertação (Mestrado em Política Social) – Programa de Pós-Graduação em Política Social, Universidade Federal do Espírito Santo, Vitória, 2012. SABAINI, Wallace Tesch. Estado e Religião – Uma análise à luz do direito fundamental à liberdade de religião no Brasil. São Paulo: Universidade Presbiteriana Mackenzie. 2010. SAMPAIO JR, P.S.A, Entre a Nação e a Barbárie: Uma leitura da contribuição de Caio Prado Jr., Florestan Fernandes e Celso Furtado à crítica do capitalismo dependente. Tese (Doutorado em Economia Aplicada), Programa de pós-Graduação em Economia, UNICAMP, 1997. Disponível em: <http://www.bibliotecadigital.unicamp.br/document/?code=vtls000122819> Acesso em: 19 de junho de 2015. SANTANA, Joana Valente. Gestão de Cidades no Brasil. Campinas/SP: Papel Social, 2013. SANTOS JUNIOR, Aloísio Cristovam dos. A liberdade de organização religiosa e o Estado Laico brasileiro. São Paulo/SP: Editora: Mackenzie, 2007. SINNER, Rudolf Von. Igrejas e Democracia no Brasil: In: ROSA, Wanderley Pereira; RIBEIRO, Osvaldo Luiz (Org). Religião e Sociedade (Pós) Secular. Santo André/São Paulo: Academia Cristã; Vitória/ES: Editora Unida, 2014. SOUZA, André Ricardo de. O desempenho político eleitoral dos evangélicos de 1986 a 2008.Revista Brasileira de História das Religiões – ANPUH. Maringá (PR) v. 1, n. 3, 2009. Disponível em <http://www.dhi.uem.br/gtreligiao/pub.html>Acesso em: 23 de outubro de 2015. SOUZA, Bertone de Oliveira. Teologia da Prosperidade e a redefinição do protestantismo brasileiro: Uma abordagem a luz da análise do discurso. Revista Brasileira de História das Religiões. ANPUH, Ano IV, n. 11, Setembro 2011. Disponível em: <http://www.dhi.uem.br/gtreligiao/pdf10/12.pdf> Acesso em: 19 de junho de 2015. SOUZA, Etiane Caloy Bovkalovski de; MAGALHÃES, Marionilde Dias Brepohl de. Pentecostais: entre a fé e a política. Revista Brasileira de História, vol. 22, nº 43, 2002, p. 87. Disponível em:<http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0102-01882002000100006&script=sci_arttext>. Acesso em: 7 de outubro de 2015. TELO, Fabricio; DE DAVID, Cesar. O rural depois do êxodo: as implicações do despovoamento dos campos no distrito de Arroio do Só, município de Santa Maria/RS, Brasil. Mundo agr., La Plata, v. 13, n. 25, dic. 2012 . Disponível em:<http://www.scielo.org.ar/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1515-59942012000200005&lng=es&nrm=iso>. Acesso em: 19 março de 2015. SCHLAMELCHER, Jens. Teorias econômicas no estudo da religião. In: USARSKI, Frank; PASSOS, João Daécio (org). Compendio de Ciência da Religião. São Paulo: Paulinas, 2013. SUNG, Jung Mo. Desejo, Mercado e Religião. Petrópolis/RJ: Vozes, 1997. VÁZQUEZ, Sánches Adolfo. Filosofia da Práxis. 2.ed. São Paulo: Expressão Popular, 2011. WEBER, Max. A Ética Protestante e o Espírito do Capitalismo. São Paulo: Martin Claret, 2004.pt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectTeologia da Prosperidade, Ideologia, Politicapt_BR
dc.subjectProsperity Theology, Ideology, Politicspt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS HUMANAS::TEOLOGIApt_BR
dc.titleIGREJA E SOCIEDADE: UMA ANÁLISE DO NEOPENTECOSTALISMO NA REALIDADE BRASILEIRA A PARTIR DOS ANOS DE 1990pt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
Appears in Collections:Programa de Pós-graduação Stricto Sensu em Ciências das Religiões

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação - Wendell Leonardo Pereira.PDFDissertação - Wendell Leonardo Pereira10,79 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.