Please use this identifier to cite or link to this item: http://bdtd.faculdadeunida.com.br:8080/jspui/handle/prefix/50
metadata.dc.type: Dissertação
Title: POR UMA INTERDISCIPLINARIDADE ENTRE A MATEMÁTICA E O ENSINO RELIGIOSO
metadata.dc.creator: de Lima, ZACARIAS ALMEIDA
metadata.dc.contributor.advisor1: Rosa, Wanderley Pereira da
metadata.dc.contributor.referee1: Rosa, Wanderley Pereira
metadata.dc.contributor.referee2: Terra, Kenner Roger Cazotto
metadata.dc.contributor.referee3: Oliveira, David Mesquiati de
metadata.dc.description.resumo: A presente dissertação pretende verificar a possibilidade do trabalho interdisciplinar entre a disciplina de Ensino Religioso e a disciplina de Matemática como representante das Ciências nos anos finais do Ensino Fundamental através do Currículo. Os aspectos religiosos estão presentes nas mais diversas sociedades, faz parte da história da humanidade, considerado um bem cultural, bem como os avanços das ciências e o processo do desenvolvimento tecnológico. O religioso, aqui entendido como o místico, é uma representação particular de um indivíduo perante aos fatos não explicáveis ou mesmo crença, que pode ser compartilhada com outros que concordem ou não com esta opinião. Este místico pode ser entendido como o que não foi compreendido pelas ciências, e este religioso produz efeitos no modo de convívio de uma sociedade, tanto na forma de ler o mundo como também na forma de agir no mundo. A Matemática por sua vez também é uma forma de ler o mundo, através de parâmetros estabelecidos pelas diferentes culturas, na qual, através de conceitos e de verificações, produzem conhecimentos que também alteram a forma de organização de uma sociedade. O papel da escola é justamente oferecer ao educando uma iniciação no mundo dos conhecimentos já produzidos pela humanidade, dando-lhe assim, base para o convívio na sociedade na qual está inserido e possibilitar o desenvolvimento de novos conhecimentos. No entanto, a forma de estudar as sociedades e interpretar seus símbolos, bem como compreender os avanços matemáticos na busca do conhecimento científico, é feito de forma isolada. Contudo, estes progressos estão contidos nas mesmas sociedades, então, por que separá-las para estudo se as duas disciplinas vão estudar o mesmo elemento? Para trabalhar esta questão destacou-se a presença do Ensino Religioso e da Matemática no Currículo Básico Comum do Espírito Santo – Séries Finais do Ensino Fundamental, bem como a compreensão do conceito de Currículo e a forma que o mesmo apresenta essas disciplinas.
Abstract: This work intends to investigate the possibility of interdisciplinary work between the discipline of Religious Education and Math as a representative of Sciences in the final years of elementary school through the curriculum. The religious aspects are present in diverse societies, part of the history of humankind, considered a cultural as well as the progress of science and the process of technological development. The religious, defined here as the mystic, is a particular representation of a person before the facts unexplained or even belief, that can be shared with others who agree or disagree with this opinion. This mystic can be understood as what was not understood by science, and this religious take effect on the interaction mode of a society, both in the form of reading the world as well as acting in the world. Mathematics in turn is also a way to view the world through parameters established by the different cultures in which, through concepts and checks, produce knowledge that also alter the form of organization of a society. The school's role is precisely to offer the student an initiation into the world of knowledge ever produced by humankind, giving you, the basis for living in the society in which it is inserted and enable the development of new knowledge. However, the way of studying societies and interpret their symbols and understand the mathematical advances in the pursuit of scientific knowledge, is made in isolation. However, this progress are contained in the same company, so why separate those to study the two disciplines will study the same element? To work this issue, it was highlighted presence of Religious Education and math in Espírito Santo – final grades in the elementary, as well as the understanding of curriculum itself and the way these subjects are presented on it.
Keywords: Educação. Ensino Religioso. Matemática. Currículo. Interdisciplinaridade.
Education. Religious Education. Mathematics. Curriculum. Interdisciplinary.
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::TEOLOGIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
metadata.dc.publisher.department: Ciências da Religiões
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Ciências das Religiões
Citation: AIRES, Joanez A. A Integração Curricular e Interdisciplinaridade: sinônimos? Educ. Real, Porto Alegre, v. 36, n.1, p. 215-230, jan./abr., 2011. APPLE, Michael W. Ideologia e currículo. São Paulo: Brasiliense, 1979. p. 12. BARKER, Stephen F. Filosofia da Matemática. Rio de Janeiro: Zahar Editores; 1964. p. 14. BEBER, Laís Basso Costa; MALDANER, Otávio Aloísio. Competências e habilidades na reorganização curricular do ensino médio: significados para o ensino de ciências. Disponível em <http://www.ucs.br/etc/conferencias/index.php/anpedsul/9anpedsul/paper/viewFile/23 40/947>. Acesso em: 1 jan. 2015. BRASIL. Constituição da República dos Estados Unidos do Brasil, de 16 de julho de 1934. Disponível em <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constituicao34.htm>. Acesso em: 6 jan. 2013. ______. Constituição Política do Império do Brazil, de 25 de março de 1824. Disponível em <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constituicao24.htm>. Acesso em: 6 jun. 2014. ______. Decreto nº 119-A, de 7 de janeiro de 1890. Disponível em <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/decreto/1851-1899/d119-a.htm>. Acesso em: 20 ago. 2014. ______. Decreto nº 19.402, de 14 de novembro de 1930. Disponível em <http://www2.camara.leg.br/legin/fed/decret/1930-1939/decreto-19402-14-novembro- 1930-515729-publicacaooriginal-1-pe.html>. Acesso em: jan. 2013. ______. Decreto nº 7.247, de 19 de abril de 1879. Disponível em <http://www2.camara.leg.br/legin/fed/decret/1824-1899/decreto-7247-19-abril-1879- 547933-publicacaooriginal-62862-pe.html>. Acesso em: jul. 2014. ______. Lei nº 5.692, de 11 de agosto de 1971. Disponível em <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l5692.htm>. Acesso em: 31 dez. 2014. ______. Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Disponível em <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l9394.htm>. Acesso em: 04 mai. 2014. ______. Lei no 4.024, de 20 de dezembro de 1961. Disponível em <http://www.histedbr.fae.unicamp.br/navegando/fontes_escritas/6_Nacional_Desenv Certificado pelo Programa de Pós-Graduação da Faculdade Unida de Vitória – 26/06/2015. 65 olvimento/ldb%20lei%20no%204.024,%20de%2020%20de%20dezembro%20de%20 1961.htm>. Acesso em: 6 jan. 2014. ______. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais: Matemática/Secretaria de Educação Fundamental. Brasília: MEC/SEF, 1997. ______. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros curriculares nacionais: terceiro e quarto ciclos do ensino fundamental: introdução aos parâmetros curriculares nacionais / Secretaria de Educação Fundamental. – Brasília: MEC/SEF, 1998. p. 60. BRITO, Maria das Dores Costa. A História da Matemática no Brasil. Disponível em <http://www.ucb.br/sites/100/103/TCC/22007/MariadasDoresCostaBrito.pdf>. Acesso em: 31 dez. 2014. CARON, Lurdes. Políticas e Práticas Curriculares: Formação de professores de Ensino Religioso; 2007. Disponível em <http://www.sapientia.pucsp.br/tde_arquivos/11/TDE-2008-01-03T06:54:24Z- 4689/Publico/Lurdes%20Caron%20desp%20(sem%20o%20anexo%203).pdf>. Acesso em: 27 set. 2013. CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO (Brasil). Resolução CEB Nº 2, de 7 de abril de 1998. <http://portal.mec.gov.br/cne/arquivos/pdf/rceb02_98.pdf>. acesso em: 31 dez. 2014. ______. Resolução CEB nº 7, de 14 de dezembro de 2010. Disponível em <http://mobile.cnte.org.br:8080/legislacao-externo/rest/lei/48/pdf>. Acesso em: 31 dez. 2014. D’AMBRÓSIO, Beatriz S. Como ensinar Matemática hoje? Temas e Debates. SBEM. Ano II. N2. Brasília. 1989. p. 15-19. D’AMBRÓSIO, Ubiratan. Da realidade à ação: reflexões sobre a educação e Matemática. São Paulo: Summus. Campinas. Ed. da Universidade Estadual de Campinas, 1986. p. 35. DASSIE, Bruno Alves; ROCHA, Josué Lourenço da. O Ensino de Matemática no Brasil nas Primeiras Décadas do Século XX. Disponível em <http://www.uff.br/dalicenca/images/stories/caderno/volume4/da_Licena_Bruno.pdf>. Acesso em: 20 dez 2014. ESPIRITO SANTO. Arquitetura/ Patrimônio Cultural do Espírito Santo. Secretaria da Cultura – Vitória: SECULT. 2009. p. 12-16. ______. Currículo Básico Escola Estadual: Ensino Fundamental – anos finais – área de Ciências da Natureza. Vitória: SEDU, 2009. v. 2. p. 15;81. ______. Currículo Básico Escola Estadual: Ensino Fundamental – anos finais – área de Ciências Humanas. Vitória: SEDU, 2009. v. 3. p. 99. Certificado pelo Programa de Pós-Graduação da Faculdade Unida de Vitória – 26/06/2015. 66 ______. Currículo Básico Escola Estadual: Guia de implementação. Vitória: SEDU, 2009. p. 14. ______. Portal do Governo do Estado do Espírito Santo. Disponível em http://www.es.gov.br/EspiritoSanto/Paginas/patrimonio_cultural.aspx>, acesso em 28 de jun. 2015. FAZENDA, Ivani Catarina Arantes. Integração e interdisciplinaridade no ensino brasileiro: Efetividade ou ideologia. 6 ed. São Paulo: Loyola, 2011. p. 54. FORUM NACIONAL PERMANENTE DO ENSINO RELIGIOSO (FONAPER). Parâmetros Curriculares Nacionais - Ensino Religioso. 9.ed. São Paulo: Mundo Mirim, 2009. FREIRE, Paulo. Pedagogia do oprimido. 3. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1975. p. 71. GRANDO, Cláudia Maria. Geometria: espaço e forma. Chapecó: Unochapecó; Coordenadoria de Educação a Distância, 2008. p. 7. HOUAISS, A.; VILLAR, M.; FRANCO, F. M. de M. Dicionário Houaiss da língua portuguesa. Rio de Janeiro: Objetiva, 2001. INCONTRI, Dora; BIGHETO, Alessandro César. Todos os jeitos de crer – Ensino Inter-religioso. São Paulo: Ática, 2011. v. 1. p. 26-27. JAPIASSU, Hilton. Interdisciplinaridade e patologia do saber. Rio de Janeiro: Imago, 1976. p. 74. LAMEGO, V. A farpa na lira: Cecília Meirelles na Revolução de 30. Record, 1996. LENOIR, Yves. Interdisciplinar em Educação em função de três tradições culturais distintas. Revista E-Curriculum, São Paulo, v. 1, n. 1, dez. - jul. 2005-2006. Disponível em <http://revistas.pucsp.br/index.php/curriculum/article/view/3109/2049>. Acesso em: 1 jan. 2015. LÜCK, H. Pedagogia interdisciplinar: fundamentos teórico-metodológicos. 8. ed. Petrópolis: Vozes. 1994. p. 64. MANDARINO, Mônica Cerbella Freire. Que conteúdos da Matemática escolar professores dos anos iniciais do Ensino Fundamental priorizam? Rio de Janeiro: UNIRIO, 2006 – Universidade Federal do Rio de Janeiro. Disponível em <www.sbembrasil.org.br/files/ix_enem/.../CC43277748715T.doc>. Acesso em: 15 dez. 2014. Certificado pelo Programa de Pós-Graduação da Faculdade Unida de Vitória – 26/06/2015. 67 MIGUEL, Antônio et al. A educação Matemática: breve histórico, ações implementadas e questões sobre sua disciplinarização. Disponível em <http://www.scielo.br/pdf/rbedu/n27/n27a05>. Acesso em: 23 nov. 2014. MORIN, Edgar. Complexidade e Transdisciplinaridade: a reforma da universidade e do ensino fundamental. Natal: EDUFRN, 2000. p. 36. MORIN, Edgar. O método II – a vida da vida. Portugal: Publicações Europa-América, 1980. p. 87-88. MUNIZ, Cristiano A. Explorando a Geometria da orientação e do deslocamento. GESTAR II, TP6, p. 80-102, 2004, p. 82. PIAGET, Jean. Psicologia e pedagogia. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 1976. p. 140. SCHALLENMUELLER, Christian Jecov. Tradição e Profecia: o pensamento político da CNBB e seu contexto social e intelectual (1952-1964). Disponível em <http://www.fflch.usp.br/dcp/assets/docs/SemDisc2011/sessao_ii_Schallenmueller.p df>. Acesso em: 10 ago. 2014. SIQUEIRA, Rogério Monteiro de; MORMÊLLO, Ben Hur. A gênese ilustrada da Academia Real Militar e suas onze reformas curriculares (1810-1874). História da Ciência e Ensino: construindo interfaces. Disponível em <revistas.pucsp.br/index.php/hcensino/article/download/5672/4341 pdf>. Acesso em: 14 fev. 2015. PASSOS, João Décio. Ensino Religioso: construção de uma proposta. São Paulo: Paulinas, 2007. PAULO VI, Papa. Declaração Gravissimum Educationis, sobre a educação cristã. Roma, 28 de Outubro de 1965. Disponível em <http://www.vatican.va/archive/hist_councils/ii_vatican_council/documents/vatii_ decl_19651028_gravissimum-educationis_po.html>. Acesso em: 20 dez. 2014. PIAGET, Jean. Psicologia e pedagogia. Tradução Editora Forense Universitária – Dirceu Accioly Lindoso e Rosa Maria Ribeiro da Silva. Rio de Janeira: Forense Universitária, 1976. p. 140. SADOVSKY, Patrícia. O ensino de Matemática hoje: enfoques, sentidos e desafios. 1.ed. São Paulo: Ática, 2010. p. 21-22. SAVIANI, Demerval. História das ideias pedagógicas no Brasil. 3. ed. Campinas, São Paulo: Autores Associados, 2010. p. 20-400. SILVA, Tomaz Tadeu da. Documentos de identidade: uma introdução às teorias do currículo. 2.ed. 7ª reimp. Belo Horizonte: Autêntica, 2004. p. 15. Certificado pelo Programa de Pós-Graduação da Faculdade Unida de Vitória – 26/06/2015. 68 SOUZA, Joamir Roberto de; PATARO, Patrícia Rosana Moreno. Vontade de saber Matemática, 6ª série. 2. ed. São Paulo: FTD, 2012. p. 31. TAHAN, Malba. O homem que calculava. 79 ed. Rio de Janeiro: Record, 2010. p. 103 TOYSHIMA, Ana Maria da Silva; MONTAGNOLI, Gilmar Alves; COSTA, Célio Juvenal. Algumas considerações sobre o Ratio Studiorum e a organização da educação nos colégios jesuíticos. Disponível em <http://www.uel.br/grupoestudo/ processoscivilizadores/portugues/sitesanais/anais14/arquivos/textos/Comunic acao_Oral/Trabalhos_Completos/Ana_Toyshima_e_Gilmar_Montagnoli_e_Celio_Co sta.pdf>. Acesso em: 15 dez. 2014. VEIGA-NETO, Alfredo. Currículo e história: uma conexão radical. In: COSTA, Mariza Vorraber (Org.). O currículo nos limiares do contemporâneo. Rio de Janeiro: DP&A, 1998. WATSON, Carol.O que sabemos sobre o cristianismo? São Paulo: Callis, 1998, p. 7.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: http://bdtd.faculdadeunida.com.br:8080/jspui/handle/prefix/50
Issue Date: 26-Jun-2015
Appears in Collections:Programa de Pós-graduação Stricto Sensu em Ciências das Religiões

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação - Zacarias Almeida Lima.pdfDissertação - Zacarias Almeida Lima8,82 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.