Please use this identifier to cite or link to this item: http://bdtd.faculdadeunida.com.br:8080/jspui/handle/prefix/24
metadata.dc.type: Dissertação
Title: PRECONCEITO, INTOLERÂNCIA RELIGIOSA E AMBIENTE ESCOLAR: AÇÕES INCLUSIVAS PARA A SUPERAÇÃO DA INTOLERÂNCIA
metadata.dc.creator: BORGES, FABIANO MIRANDA
metadata.dc.contributor.advisor1: Gonçalves, José Mário
metadata.dc.contributor.referee1: Brotto, Julio Cezar de Paula
metadata.dc.contributor.referee2: Marlow, Sérgio Luiz
metadata.dc.contributor.referee3: Gonçalves, José Mário
metadata.dc.description.resumo: O presente estudo tem como objetivo fomentar reflexões teóricas referentes à temática da intolerância religiosa no ambiente escolar. A partir de uma pesquisa bibliográfica, buscou-se refletir sobre as categorias preconceito, intolerância, tolerância e educação, visando-se propor algumas ações inclusivas com o intuito de se superar ou mitigar a intolerância religiosa no ambiente proposto. Em relação às categorias e às ações abordadas, pretende-se discutir seus significados, suas características e desdobramentos, sua relevância no contexto atual para que, com base nos debates e discussões empreendidos, fosse possível vislumbrar a superação da temática proposta. Constata-se que a responsabilidade da solução da questão da intolerância religiosa no ambiente escolar deve compreender todos os agentes que compõe esse espaço, ou seja, estudantes, pais, responsáveis, professores e funcionários da escola, agentes estes dispostos a lutar por uma escola mais inclusiva e que realmente permita a participação de todos.
Abstract: The present study aims to foster theoretical reflections regarding the theme of religious intolerance in the school environment. Based on a bibliographical research, we sought to reflect on the categories of prejudice, intolerance, tolerance and education with the aim of proposing some inclusive actions in order to overcome or mitigate religious intolerance in the proposed environment. In relation to the categories and actions addressed, we intend to discuss their meanings, their characteristics and their consequences, their relevance in the current context so that, based on the debates and discussions undertaken, it is possible to glimpse the overcoming of the proposed theme. It should be noted that the responsibility for solving the problem of religious intolerance in the school environment must include all the agents that make up this space, it means students, parents, guardians, teachers and school staff, these agents which are willing to fight for a more inclusive school that really allow everyone’s participation.
Keywords: Preconceito, Intolerância, Inclusão, Tolerância, Educação.
Prejudice, Intolerance, Inclusion, Tolerance, Education
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::TEOLOGIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
metadata.dc.publisher.department: Ciências da Religiões
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Ciências das Religiões
Citation: ABRAMOWICZ, Anete.; BARBOSA, Lúcia Maria de Assunção; SILVÉRIO, Valter Roberto. A educação como prática da diferença. Campinas: Armazém do Ipê, 2006. ADRAGÃO, Paulo Pulido. A liberdade religiosa e o Estado. Coimbra: Almedina, 2002. ALMEIDA, Ronaldo de. “Dez anos do chute na santa”. In: SILVA, Vagner Gonçalves da (Org.). Intolerância religiosa: impactos do neopentecostalismo no campo religioso afro-brasileiro. São Paulo: Universidade de São Paulo, 2007. p. 171-190. ALVES, Cristina Nacif. O coordenador pedagógico como agente para a inclusão. In: SANTOS, Mônica Pereira dos; PAULINO, Marcos Moreira (Orgs.). Inclusão em educação: culturas, políticas e práticas. 2. ed. São Paulo: Cortez, 2008. p. 83-106. AMARAL, L. A. Sobre crocodilos e avestruzes: falando de diferenças físicas, preconceitos e sua superação. In: AQUINO, J. G. (Org.). Diferenças e preconceito na escola: alternativas teóricas e práticas. São Paulo: Summus Editorial, 1998. p. 11-30. ANDRADE, Marcelo. Tolerar é pouco? pluralismo, mínimos éticos e prática pedagógica. Rio de Janeiro: Nova América, 2009. BAHIA, Alexandre Gustavo Melo Franco; LUIZ, Rafael do Nascimento. Tolerância ativa: a opinião, a discriminação e o preconceito. Anuario de Derecho Constitucional Latinoamericano, Bogotá, v. XXI, p. 569-582, 2015. Disponível em: <https://revistas-colaboracion.juridicas.unam.mx/index.php/anuario-derecho-constitucional/article/view/4144/ 3589>. Acesso em: 19 jan. 2017. BANDEIRA, Lourdes; BATISTA, Anália Soria. Preconceito e discriminação como expressões de violência. Estudos Feministas, v.10, n.1, p. 119-141, jan./jun. 2002. BARRETO, Maria Aparecida Santos Correa. Educação étnica afro brasileira: implicações na formação docente para a escola e a vida. In: RODRIGUES, Alessandro (Org.). Currículo na formação de professores: diálogos possíveis. Vitória: UFES, 2011. p. 113-124. BAUMAN, Zygmunt. O mal-estar da pós-modernidade. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1998. BOBBIO, Noberto. A era dos direitos. Rio de Janeiro: Campus, 1992. BOFF, Leonardo. A tolerância necessária e urgente. Jornal do Brasil. 20 fev. 2017, Jornal online. Disponível em: <http://www.jb.com.br/leonardo-boff/noticias/2017/02/20/a-tolerancia-necessaria-e-urgente/>. Acesso em: 31 mai. 2017. ______. Limites da tolerância. Rede Voltaire, 8 jul. 2005. Disponível em: <http://www.voltairenet.org/article126328.html>. Acesso em: 12 maio 2017. BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil (1988). Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constituicao.htm>. Acesso em: 27 abr. 2017. ______. Decreto n.º 2.848, de 7 de dezembro de 1940. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/decreto-lei/Del2848compilado.htm>. Acesso em: 12 jun. 2016. ______. Lei 7.716, de 5 de janeiro de 1989. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/L7716.htm>. Acesso em: 10 jun. 2016. ______. Ministério da Educação. Documento subsidiário à política de inclusão. 2. ed. Brasília: Secretaria de Educação Especial, 2007. ______. Parâmetros curriculares nacionais: apresentação dos temas transversais, ética. Brasília: MEC/SEF, 1997. BOFF, Leonardo. Virtudes para um outro mundo possível: convivência, respeito e tolerância. Petrópolis: Vozes, 2006. 2 v. BURTIY, Joanildo A. Identidade e política no campo religioso. Recife: Universitária, 1997. CAETANO, Andressa Mafezoni; GOMES, Vitor. Educação e inclusão. Vitória: UFES, Secretaria de Ensino a Distância, 2011. CARDOSO, Clodoaldo Menguello. Tolerância e seus limites: um olhar latino-americano sobre a diversidade e desigualdade. São Paulo: Unesp, 2003. CARMONA, Lilian. Briga atingiu o auge com “chute na santa”. O Estadão de São Paulo, São Paulo, 28 set. 2007, Caderno de Política. Disponível em: <http://politica.estadao.com.br/noticias/geral,briga-atingiu-o-auge-com-chute-na-santa,57656>. Acesso em: 30 ago. 2016. CENEVIVA, Walter. Lei dos registros públicos comentada. 9. ed. São Paulo: Saraiva, 1994. COELHO, Maria Efigênia Daltro. Educação e religião como elementos culturais para a superação da intolerância religiosa: integração e relação na compreensão do ensino religioso. 2009. 63 f. Dissertação (Mestrado) – Programa de Pós-Graduação, Escola Superior de Teologia. São Leopoldo, 2009. CURY, Carlos Roberto Jamil. Ensino religioso na escola pública: o retorno de uma polêmica recorrente. Brasileira de Educação, Rio de Janeiro, n. 27, p. 183-191, set./dez. 2004. DAWKINS, Richard. Deus, um delírio, São Paulo: Companhia das Letras, 2007. DEIROS, P. A. Protestant fundamentalism in latin america. In: ARTY, M. E.; APPLEBY, M.E. (eds.). The fundamentalism project: fundamentalism observed. Chicago: University of Chicago Press, 1994. 1 v. DELUMEAU, Jean; MELCHIOR-BONNET, Sabine. De religiões e de homens. São Paulo: Loyola, 2000. DICIONÁRIO ONLINE DE PORTUGUÊS. Disponível em: <https://www.dicio.com.br/estigma/>. Acesso em: 06 jun. 2016. DIMENSTEIN. Gilberto. O cidadão de papel. 2. ed. São Paulo: Editora Ática, 2005. ECO, Umberto. Cinco escritos morais. Rio de Janeiro: Record, 2001. ELIADE, Mircea. O sagrado e o profano: a essência das religiões. São Paulo: Martins Fontes, 1992. FAVARIM, Flávia Negri. Limites da tolerância em conflitos religiosos. 2007. 113 f. Dissertação (Mestrado) – Programa de Pós-Graduação em Direito, Universidade Metodista de Piracicaba, Piracicaba, 2007. FELDENS, Priscila Formigheri. Preconceito religioso: um desafio à liberdade religiosa, inclusive expressiva. Justiça & História, Porto Alegre, v.6, n.12, p. 1-17, 2006. Disponível em: <http://bdjur.stj.jus.br/jspui/handle/2011/66365?mode=full>. Acesso em: 22 maio. 2016. FISHER, Marly Pat. A religião no século XXI. Lisboa: Edições 70, 1999. FOGLI, Bianca Fátima Cordeiro dos Santos; SILVA FILHO, Lucindo Ferreira da; OLIVEIRA, Margareth Maria Neves dos Santos de. Inclusão em educação: uma reflexão crítica da prática. In: SANTOS, Mônica Pereira dos; PAULINO, Marcos Moreira (Orgs.). Inclusão em educação: culturas, políticas e práticas. 2. ed. São Paulo: Cortez, 2008. p. 107-122. FRAGOSO, Heleno Cláudio. Lições de direito penal. Rio de Janeiro: Forense, 1989. GADAMER, Hans-Georg. Verdade e método I: traços fundamentais de uma hermenêutica filosófica. 7. ed. Petrópolis: Vozes, Bragança Paulista: São Francisco, 2005. GIDDENS, Anthony. A vida em uma sociedade pós-tradicional. In: GIDDENS, Anthony et al. Modernização reflexiva: política, tradição e estética na ordem social moderna. São Paulo: UNESP, 1997. GIL, Antonio Carlos. Como elaborar projetos de pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2002. GLUCSMANN, André. O discurso do ódio. Rio de Janeiro: DIFEL, 2007. GOELLNER, Silvana Vilodre. A educação dos corpos, dos gêneros e das sexualidades e o reconhecimento da diversidade. Cadernos de Formação RBCE, p. 71-83, mar. 2010. Disponível em: <http://www.lume.ufrgs.br/bitstream/handle/10183/105085/ 000787066.pdf?sequence=1>. Acesso em: 30 mar. 2017. GOFFMAN, Erving. Estigma: Notas sobre a manipulação da identidade deteriorada. 4. ed. 2004. GOMES, Vitor; PINEL, Hiran. Subjetividade inclusiva: a busca de um conceito partir de pressupostos fenomenológicos. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE EDUCAÇÃO ESPECIAL, 2., 2005, São Carlos. Anais do II Congresso Brasileiro de Educação Especial/ II Encontro da Associação Brasileira de Pesquisadores em Educação Social. São Carlos: EDUFSCAR, 2005. HÉRITIER, Françoise. O eu, o outro e a intolerância. In: BARRET-DUCROCQ, Françoise (Dir.). A intolerância. Foro Internacional sobre a Intolerância. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2000. p. 24-27. INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. Censo 2010: amostra religião. Disponível em: <https://cidades.ibge.gov.br/v4/brasil/es/marataizes/pesquisa/23/22107?detalhes=true&localidade1=320530>. Acesso em: 29 ago. 2017. ______. Cidades: Espírito Santo. Marataízes. Disponível em: <http://cidades.ibge.gov.br/xtras/perfil.php?codmun=320332>. Acesso em: 29 ago. 2017. ITANI, Alice. Vivendo o preconceito em sala de aula. In: AQUINO, J. G.(Org.). Diferenças e preconceito na escola: alternativas teóricas e práticas. São Paulo: Summus Editorial, 1998. JÚNIOR SILVA, Hédio. Notas sobre sistema jurídico e intolerância religiosa no brasil. In: SILVA, Vagner Gonçalves da (Org.). Intolerância religiosa: Impactos do neopentecostalismo no campo religioso afro-brasileiro. São Paulo: Universidade de São Paulo, 2007. p. 303-328. KONINGS, Johan et al. Religião e cristianismo: manual de cultura religiosa. Porto Alegre: PUCRS/ITCR, 1977. LE BRETON, David. A sociologia do corpo. Petrópolis: Vozes, 2006. LOPARIC, Zeljko. Dizendo a verdade podemos ser intolerantes? In: XV CONGRESSO INTERAMERICANO DE FILOSOFIA / II CONGRESSO IBEROAMERICANO DE FILOSOFIA, 2004, Lima-Peru. CD-ROM. MARIANO, Ricardo. “Pentecostais em ação: a demonização dos cultos afro-brasileiros”. In: SILVA, Vagner Gonçalves da (Org.). Intolerância religiosa: Impactos do neopentecostalismo no campo religioso afro-brasileiro. São Paulo: Universidade de São Paulo, 2007. p. 119-148. MARIZ, Cecília. Reflexões sobre a reação afro-brasileira à guerra santa. Debates do NER, Porto Alegre, v.1, n.1, p. 96-103, 1997. MATE, Reyes. Un natán y tres teorías de la tolerância: a propósito de “Natán el sábio” de E. Lessing: In: XV CONGRESSO INTERAMERICANO DE FILOSOFIA / II CONGRESSO IBEROAMERICANO DE FILOSOFIA, 2004, Lima-Peru. CD-ROM. MENDES, Eniceia Gonçalves. Desafios atuais na formação do professor de educação especial. Integração, Brasília, v. 24, p. 12-17, 2002. MENDES, J. M. O. O desafio das identidades. ln: SANTOS, B. S. (Org.) A globalização e as ciências sociais. São Paulo: Cortez, 2002. MENDONÇA, Antônio Gouvêa. Evangélicos e pentecostais: um campo religioso em ebulição. In: TEIXEIRA, Faustino; MENEZES, Renata (Orgs.). As religiões no Brasil: continuidades e rupturas. Petrópolis: Vozes, 2006. MENEZES, Paulo. Tolerância e religiões. In: TEIXEIRA, F. (org.) O diálogo inter-religioso como afirmação da vida. São Paulo: Paulinas, 1997. MEREU, Ítalo. “A intolerância institucional; origem e instauração de um sistema sempre dissimulado”. In: BARRET-DUCROCQ, Françoise (Dir.). A intolerância. Foro Internacional sobre a Intolerância. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2000. p. 42-45. NUSSBAUM, Martha. Radical evil in the lockean state: the neglect of the political emotions. In: XV CONGRESSO INTERAMERICANO DE FILOSOFIA / II CONGRESSO IBEROAMERICANO DE FILOSOFIA. 2004, Lima-Peru. CD-ROM. OLIVEIRA, Manfredo Araújo de. Reviravolta linguístico-pragmática na filosofia contemporânea. Loyola, 1996. OLIVEIRA, Pérsio Santos de. Introdução à Sociologia. 15. ed. São Paulo: Ática, 1995. PASSAMAI, Maria Hermínia Baião. Didática. Vitória: UFES, 2015. RICOEUR, Paul. Etapa atual do pensamento sobre intolerância. In: BARRET-DUCROCQ, Françoise (Dir.). A intolerância: foro internacional sobre a intolerância. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2000. p. 20-23. ______. Leituras 1: em torno ao político. São Paulo: Loyola, 1995. RODRIGUES, Henrique José Alves. Currículo e diversidade na educação. In: RODRIGUES, Alessandro (Org.). Currículo na formação de professores: diálogos possíveis. Vitória: UFES, 2011. p. 91-102. ROUANET, Sérgio Paulo. O eros da diferença. Espaço Acadêmico, ano II, n. 22, mar. 2003. Disponível em: <http://espacoacademico.com.br/022/22crouanet.htm>. Acesso em: 15 maio 2017. SAIBANI, Walace Tesch. Estado e religião: uma análise à luz do direito fundamental à liberdade de religião no Brasil. São Paulo: Universidade Presbiteriana Mackenzie, 2010. SANTOS, Júlio Maia F. dos. Dimensões e diálogos de exclusão: um caminho para a inclusão. In: SANTOS, Mônica Pereira dos; PAULINO, Marcos Moreira (Orgs.). Inclusão em educação: culturas, políticas e práticas. 2. ed. São Paulo: Cortez, 2008. p. 17-30. SANTOS, Mônica P. dos. O papel do ensino superior na proposta de uma educação inclusiva. Movimento, n. 7, p. 78-91, maio. 2003. SANTOS, Mônica Pereira dos; PAULINO, Marcos Moreira. Inclusão em educação: uma visão geral. In: SANTOS, Mônica Pereira dos; PAULINO, Marcos Moreira (Orgs.). Inclusão em educação: culturas, políticas e práticas. 2. ed. São Paulo: Cortez, 2008. p. 11-16. SARAMAGO, José. O fator Deus. Folha de São Paulo, São Paulo, 19 set. 2001, Folha online. Disponível em: <http://www1.folha.uol.com.br/folha/mundo/ult94u29519.shtml>. Acesso em: 23 jan. 2017. SERRA, Dayse. Inclusão e ambiente escolar. In: SANTOS, Mônica Pereira dos; PAULINO, Marcos Moreira (Orgs.). Inclusão em educação: culturas, políticas e práticas. 2. ed. São Paulo: Cortez, 2008. p. 31-44. SHAHID, Leila. As intolerâncias e o processo de paz no oriente médio. In: BARRET-DUCROCQ, Françoise (Dir.). A intolerância. Foro Internacional sobre a Intolerância. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2000. SILVA, Antonio Ozaí da. Reflexões sobre a intolerância. Espaço Acadêmico, n. 37, jun. 2004. Disponível em: <http://www.espacoacademico.com.br/037/37pol.htm&num=1&hl=pt-BR&gl=br&strip=1&vwsrc=0>. Acesso em: 10 jun. 2016. SILVA, Clemildo Anacleto da; RIBEIRO, Mário Bueno. Intolerância religiosa e direitos humanos: mapeamentos de intolerância. Porto Alegre: Universidade Metodista, 2007. SILVA, Karina Regina Xavier da. Expressão da criatividade na prática pedagógica e a luta pela inclusão em educação: tecendo relações. In: SANTOS, Mônica Pereira dos; PAULINO, Marcos Moreira (Orgs.). Inclusão em educação: culturas, políticas e práticas. 2. ed. São Paulo: Cortez, 2008. p. 45-58. SILVESTRE, Armando Araújo. Calvinismo e a resistência ao Estado. São Paulo: Mackenzie, 2003. TAMAYO-ACOSTA, Juan José. Fundamentalismos y diálogo entre religiones. Trotta, 2004. TAUSSIG, Michael. Xamanismo, colonialismo e homem selvagem: um estudo sobre terror e cura. São Paulo: Paz e Terra, 1999. UNESCO. Declaração de princípios sobre a tolerância. São Paulo: USP/UNESCO, 1997. WALZER, Michael. Da tolerância. São Paulo: Martins Fontes, 1999. WIESEL, Elie. “Prefácio”. In: BARRET-DUCROCQ, Françoise (Dir.). A intolerância. Foro Internacional sobre a Intolerância. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2000. WIRTH, Lauri Emílio. Protestantismo, memória e esperança. In: Renasce a esperança. Estudos de Religião, São Bernardo do Campo: IEPG-CR, v.1, n. 11, p. 81-90, 1995. YOUNG, Jock. A sociedade excludente: exclusão social, criminalidade e diferença na modernidade recente. Rio de Janeiro: Revan, 2002.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: http://bdtd.faculdadeunida.com.br:8080/jspui/handle/prefix/24
Issue Date: 12-Dec-2017
Appears in Collections:Programa de Pós-graduação Stricto Sensu em Ciências das Religiões

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação - Fabiano Miranda Borges.pdfDissertação - Fabiano Miranda Borges4,5 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.