Please use this identifier to cite or link to this item: http://bdtd.faculdadeunida.com.br:8080/jspui/handle/prefix/23
metadata.dc.type: Dissertação
Title: O PLURALISMO COMO HORIZONTE PARA O DIÁLOGO INTER-RELIGIOSO NA DISCIPLINA DO ENSINO RELIGIOSO
metadata.dc.creator: CASTRO, EVERTON VENICIUS DE
metadata.dc.contributor.advisor1: Ulrich, Claudete Beise Ulrich
metadata.dc.contributor.referee1: Rocha, Abdruschin Schaeffer
metadata.dc.contributor.referee2: Ahlert , Alvori
metadata.dc.contributor.referee3: Terra, Kenner Roger Cazotto
metadata.dc.description.resumo: Esta dissertação reflete sobre conceitos religiosos como o “exclusivismo”, o “inclusivismo” e o “pluralismo”. Estes conceitos vão mostrar um horizonte sobre como as religiões estão posicionadas nesta visão moderna e como o diálogo inter-religioso se encaixa no modelo de ensino religioso nas escolas públicas. Tais conceitos vão nos permitir uma interpretação de qual é o horizonte de cada religião, se são religiões conservadoras, ou fundamentalistas, ou religiões que se orientaram com o progresso humano no sentido de se tornarem religiões mais dialogáveis ou não. No conjunto das religiões, algumas têm mais as características exclusivistas que realçam sua afirmação de fé em detrimento de outras. Há, também, o inclusivismo religioso que é um modelo que admite existir elementos comuns entre as religiões, mas insiste numa hierarquização sendo uma religião superior a outra. E, por fim, “Pluralismo religioso” consiste no modelo revolucionário para definir as religiões que conseguiram, dentro de um processo de maturação histórica, fazer o diálogo religioso. O pluralismo religioso é decorrente de um mundo multiculturalista, marcado pela diversidade de raças e línguas e tem sido o modelo a ser seguido nas escolas públicas. Marca-se a necessidade de se fazer o diálogo inter-religioso para enfrentar a própria identidade religiosa, e o contraponto com as outras tradições religiosas. Esta dissertação visa a discutir a emergência de uma consciência plural que possa dialogar com a sua crença à luz de muitos credos e culturas religiosas diferentes e mostrar que é viável a implementação da visão multiculturalista da religião nas escolas públicas, através do ensino religioso. O pluralismo traz a noção de alteridade, o diálogo com o diferente. O pluralismo consiste em busca de caminhos de superação do fundamentalismo, e a intolerância religiosa. O pluralismo é uma realidade que marca o comportamento religioso da modernidade. O fenômeno do pluralismo religioso implica a reflexão das mais variadas áreas do saber antropológico, teológico, filosófico e outros. Todos estes saberes são na verdade caminhos para compreender as causas, características e consequências desse fenômeno chamado pluralismo religioso.
Abstract: This dissertation reflects on religious concepts such as “exclusivism”, “inclusivism” and “pluralism”. These concepts will show a horizon on how religions are positioned in this modern view and how interreligious dialogue fits into the model of religious teaching in public schools. Such concepts will allow us to interpret the horizon of each religion, whether they are conservative religions, fundamentalists, or religions that have been guided by human progress towards becoming more dialogic religions. In the set of religions, some of them show more exclusivist characteristics that emphasize their affirmation of faith to the detriment of others. There is also religious inclusivism that is a model that admits that there are common elements between religions, but insists on a hierarchy being one religion superior to another. And, finally, “Religious Pluralism”, a revolutionary model to define religions that managed, within a process of historical maturation, to make religious dialogue. Religious pluralism derives from a multiculturalist world, marked by the diversity of races and languages and has been the model being followed in public schools. It marks the need to engage in interreligious dialogue to confront a religious identity, and counterpoint with other religious traditions. This dissertation aims to discuss the life of a plural way of life that can dialogue with its belief in the light of many different religious creeds and cultures and to show that an implementation of the multiculturalist view of religions in the schools through religious teaching is viable. Pluralism brings a notion of otherness, a dialogue with the different. Pluralism consists of searching for ways of overcoming fundamentalism and religious intolerance. Pluralism is a reality that marks the religious behavior of modernity. The phenomenon of religious pluralism implies a reflection of the most diversified areas of anthropological, theological, philosophical and other knowledges. All these knowledges are in fact ways to see the causes, characteristics and consequences of this phenomenon called religious pluralism.
Keywords: Exclusivismo, Inclusivismo, Pluralismo Religioso, Diálogo, Ensino Religioso
Exclusivism, Inclusivism, Religious pluralism, Dialogue, Religious Education
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::TEOLOGIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
metadata.dc.publisher.department: Ciências da Religiões
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Ciências das Religiões
Citation: ALMEIDA, Ronaldo; MONTEIRO, Paula. Trânsito Religioso no Brasil. São Paulo em Perspectiva, 15 (3), p. 92-101, 2001. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/spp/v15n3/a12v15n3.pdf>. Acesso em: 02 jun. 2017. AQUINO JÚNIOR, Francisco. Diálogo inter-religioso por uma cultura de paz. Teocomunicação, v. 42, n. 2, p. 359-375, jul./dez. 201. Disponível em: <http://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/teo/article/viewFile/12310/8253>. Acesso em: 31 abr. 2017. BALEEIRO, Cleber A. S. Tillich e a Teologia do Pluralismo Religioso. Revista Eletrônica Correlatio, v. 13, n. 26, p. 5-15, Dezembro de 2014. Disponível em: <https://www.metodista.br/revistas/revistas-ims/index.php/COR/article/.../4580>. Acesso em: 30 abr. 2017. BARRA, Suely Ribeiro. Hipótese pluralista de John Hick para o diálogo inter-religioso. Tese de Doutorado em Ciência da Religião. Juiz de Fora: Universidade Federal, 2014. Disponível em: <https://repositorio.ufjf.br/jspui/bitstream/ufjf/485/1/suelyribeirobarra.pdf>. Acesso em: 30 abr. 2017. BARTH. Wilmar Luiz. O homem pós-moderno, religião e ética. Teocomunicação, Porto Alegre, v. 37, n. 155, p. 89-108, mar. 2007. p. 90. Disponível em: <http://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/teo/article/viewFile/1775/1308>. Acesso 31 out. 2017. BÍBLIA SAGRADA. Versão Revisada da Tradução de João Ferreira de Almeida. De acordo com os melhores textos em hebraico e Grego. São Paulo: Sociedade Bíblica do Brasil, 1988. BRAKEMEIER, Gottfried. Fé cristã e pluralidade religiosa – onde está a verdade? Estudos Teológicos, ano 42, n. 2, p. 23-47, 2002. Disponível em: <http://periodicos.est.edu.br/index.php/estudos_teologicos/article/view/620/0>. Acesso em: 11 jan. 2017. CAMPBELL, Joseph. O Poder do Mito. São Paulo: São Paulo: Palas Athena, 1990. CAMPOS, Heber Carlos. O Pluralismo do Pós-Modernismo. Fides Reformata 2/1, p. 1-22, 1997. Disponível em: <http://www.mackenzie.br/fileadmin/Mantenedora/CPAJ/revista/ VOLUME_II__1997__1/o_pluralismo.pdf>. Acesso em: 30 mar. 2017 DICIONÁRIO Priberam da Língua Portuguesa. Disponível em: <https://www.priberam.pt/dlpo/cisma>. Acesso em:12 jan. 2017. ELWELL. Walter A. Enciclopédia Histórica da Igreja Cristã. v.1. São Paulo: Vida Nova, 1988. ELWELL, Walter A. Enciclopédia Histórico Teológica da Igreja Cristã. v. III. São Paulo: Vida Nova, 1990. FÓRUM NACIONAL PERMANENTE DO ENSINO RELIGIOSO. Parâmetros Curriculares Nacionais – Ensino Religioso. São Paulo: Mundo Mirim, 2009. GEISLER, Norman L. Enciclopédia de apologética. São Paulo: Vida, 2002. GEISLER, Norman L. Enciclopédia de apologética: respostas aos críticos da fé cristã. Tradução Lailah de Noronha. São Paulo: Vida, 2002. GUERREIRO, Silas. Novos movimentos religiosos – O quadro brasileiro – Temas do Ensino Religioso. São Paulo: Paulinas, 2006. HACKMANN, Geraldo Luiz Borges; POZZO, Ezequiel Dal. Investigando o conceito de Cristianismos Anônimo em K. Rahner. Teocomunicação, Porto Alegre v. 37 n. 157, p. 369-395, set. 2007. Disponível em: <http://webcache.googleusercontent.com/search?q=cache:_K3maTaqhkgJ:revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/teo/article/download/2719/2067+&cd=1&hl=pt-BR&ct=clnk&gl=br>. Acesso em: 04 jan. 2017. HICK, John. Teologia Cristã e Pluralismo Religioso o arco-íris das religiões. São Paulo: Attar, 2005. INCONTRI, Dora; BIGHETO, Alessandro Cesar. Todos os jeitos de crer – ensino inter-religioso. v. 4, São Paulo: Ática, 2003. IWASHITA, Pedro K. do livro de SOARES, Afonso Maria Ligorio. No espírito do Abbá: fé, revelação e vivências plurais. São Paulo: Paulinas, 2008. Disponível em: <https://revistas.pucsp.br/index.php/culturateo/article/view/15512/11591>. Acesso em 20 out. 2017. (resenha) JAPIASSÚ, Hilton; MARCONDES, Danilo. Dicionário Básico de Filosofia. 3 ed. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1996. JUNGES, Márcia. Vattimo e a necessidade de nos libertamos da verdade como “última idolatria”. Trad. Luís Marcos Sander. Revista do Instituto Humanitas Unisinos, nº 428, ano XIII, 2013. Disponível em: <http://www.ihuonline.unisinos.br/index.php?option=com_content&view=article&id=5194&secao=428>. Acesso em: 30 abr. 2017. JUNQUEIRA, Sérgio Rogério Azevedo; BRANDENBURG, Laude Erandi; KLEIN, Remí. Compêndio do Ensino Religioso. São Leopoldo: Sinodal; Petrópolis: Vozes, 2017. JUNQUEIRA, Sérgio Rogério Azevedo. Uma ciência como referência: uma conquista para o Ensino Religioso. REVER, Ano 15, Nº 02 , p. 10-25, Jul/Dez 2015. Disponível em: <https://revistas.pucsp.br/index.php/rever/article/view/26181/18845>. Acesso em: 20 fev. 2017. KÜNG, Hans. O islamismo: rupturas históricas – desafios hodiernos. Concilium, v.313, n.5, 2005. LDB BRASIL. Lei Nº 9.475, de 22 de Julho de 1997. Dá nova redação ao art. 33 da Lei n° 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/L9475.htm>. Acesso em: 20 nov. 2017 LIBÂNIO, João Batista. Eu creio, nós cremos: Tratado da Fé. São Paulo: Loyola, 2000. LIMA, Maria Conceição Barros Costa; SOUZA, Rosalia Soares de Sousa; LIMA, Wellcherline Miranda Ensino Religioso e Cultura de Paz, diálogo com o sagrado. IX Colóquio Internacional Paulo Freire. Campus da Universal Federal Pernambuco, no Centro de Educação, p.1-12, de 10 a 12 de novembro de 2016. Disponível em: <http://coloquio.paulofreire.org.br/participacao/index.php/coloquio/ix-coloquio/paper/download/643/614>. Acesso em: 31 out. 2017. LOPES, Joana Viana; AVILLEZ, Filipe. Diálogo inter-religioso no tempo e 33 ideias para pensar e agir. Faculdade de Teologia UCP de Lisboa: ACIDI – Alto Comissariado para a imigração e diálogo intercultural, 2011. Disponível em: <http://cidadaniaemportugal.pt/wp-content/uploads/recursos/dialogo-iter-religioso-no-tempo-&-33-ideias-para-pensar-e-agir.pdf>. Acesso em: 01 jun. 2017. PAINE, Scott Randall. Exclusivismo, inclusivismo e pluralismo religioso. Revista Brasileira de História das Religiões. Ano I, no. 1, p. 100-110, 2008. Disponível em: <http://periodicos.uem.br/ojs/index.php/RbhrAnpuh/article/view/26628>. Acesso: em 09 abr. 2017. PANASIEWICZ, Roberlei. Diálogo e revelação: rumo ao encontro inter-religioso. Prefácio de Andrés Torres de Queiruga. Belo Horizonte: C/Arte, 1999. PANASIEWICZ, Roberlei. Pluralismo religioso contemporâneo: diálogo inter-religioso na teologia de Claude Geffré. São Paulo: Paulinas; Belo Horizonte: PUC Minas, 2007. PANASIEWICZ, Roberlei. Fundamentalismo Religioso: História e Presença no Cristianismo. In: ALBUQUERQUE, Eduardo Basto, (org.) Anais do X Simpósio da Associação Brasileira de História das Religiões – “Migrações e Imigrações das Religiões”. Assis, ABHR, p. 1-11, 2008. Disponível em: <http://www.abhr.org.br/wp-content/uploads/2008/12/panasiewicz-roberlei.pdf>. Acesso em: 09 abr. 2017. PANNENBERG, Wolfhard. “Teologia Sistemática Volume 1”. São Paulo: Academia Cristã, Paulus, 2009. PARRELLA. Frederick J. Vida e Espiritualidade no pensamento de Paul Tillich. Revista Eletrônica Correlatio n. 6, p. 48-70, p. 58, novembro de 2004. Disponível em: <https://www.metodista.br/revistas/revistas-ims/index.php/COR/article/viewFile/1764/1750>. Acesso em: 20 mar. 2017. PERRIN, Christine Lienemann. Missão e diálogo Inter-religioso. São Leopoldo: Sinodal, Cebi, 2005. PORTE JUNIOR, Wilson. Karl Rahner e o cristão anônimo: a fenomenologia transcendental, Revista teologia histórica, 2013. Disponível em: <http://www.teologiabrasileira.com.br/teologiadet.asp?codigo=340>. Acesso em: 06 jan. 2017. QUEIRUGA, Andrés Torres. O Diálogo das Religiões. São Paulo: Paulus, 1997. QUEIRUGA. Andrés Torres. Repensar a Revelação – A revelação divina na revelação humana. São Paulo: Paulinas, 2010. RIBEIRO, Cláudio de Oliveira; SOUZA, Daniel Santos. A teologia das religiões em foco um guia para visionários. São Paulo: Paulinas, 2012. RIBEIRO, Cláudio de Oliveira. Pluralismo e libertação. São Paulo: Paulinas, 2014. SANCHEZ, Wagner Lopes. Pluralismo Religioso – As religiões no mundo atual – Temas do ensino Religioso. São Paulo: Paulinas, 2005. SENA, Luzia. Ensino Religioso e formação docente: Ciência da Religião e Ensino Religioso em diálogo. São Paulo: Paulinas, 2007. SILVA, Elias Gomes da. O Paradigma do inclusivismo religioso em Karl Rahner. Teocomunicação. v. 43 n. 2 p. 235-244 jul./dez. 2013. Disponível em: <http://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/teo/article/view/14757/10809>. Acesso em: 26 abr. 2017. SINNER, Rudolf Eduard von. Diálogo inter-religioso: Dos “cristãos anônimos” às teologias das religiões. Caderno Teologia Pública, Ano 2, n. 9, p. 1-23, São Leopoldo: Instituto Humanitas Unisinos, 2005. Disponível em: <http://www.ihu.unisinos.br/images/stories/cadernos/teopublica/009cadernosteologiapublica.pdf>. Acesso em: 20 jan. 2017. SOARES, Afonso Maria Ligório. No espírito do Abbá: fé, revelação e vivencias plurais. São Paulo: Paulinas, 2008. SOUZA, Rodrigo Augusto de. Novas perspectivas para o Ensino Religioso: a educação para a convivência e a paz. Revista Reflexão e Ação, v.21, n.1, p. 25-49, jan./jun.2013. Disponível em: <https://online.unisc.br/seer/index.php/reflex/article/viewFile/3207/2910>. Acesso em: 20 nov. 2017. TEXEIRA, Faustino. Teologia e Pluralismo Religioso. São Bernardo do Campo: Nhanduti, 2012. TEIXEIRA, Faustino. A Teologia do Pluralismo Religioso em Claude Geffré. NUMEN- Revista de Estudos da Religião, n: l1, Juiz de Fora, v. I. n. I, p.45-83. Disponível em: <https://numen.ufjf.emnuvens.com.br/numen/article/viewFile/897/779>. Acesso em: 21 jan. 2017. TEIXEIRA, Faustino. Teologia das Religiões. PPCIR-UFJF, terça feira, 20 de abril de 2010. Disponível em: <http://fteixeira-dialogos.blogspot.com.br/2010/04/teologia-das-religioes-faustino.html>. Acesso em: 10 jun. 2017. TEIXEIRA, Faustino. Ecumenismo e diálogo inter-religioso: a arte possível. São Paulo: Santuário, 2008. TEXEIRA, Faustino. Buscadores do Diálogo – Itinerários inter-religiosos. São Paulo: Paulinas, 2012. TILLICH, Paul. Teologia sistemática. São Leopoldo: Sinodal; São Paulo: Paulinas, 1984. TILLICH, Paul. Teologia sistemática. São Leopoldo: Sinodal; São Paulo: Paulinas, 2011. VATTIMO, Gianni. Depois da Cristandade por um cristianismo não religioso. Rio de Janeiro: Record, Rio de Janeiro, 2004.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: http://bdtd.faculdadeunida.com.br:8080/jspui/handle/prefix/23
Issue Date: 5-Dec-2017
Appears in Collections:Programa de Pós-graduação Stricto Sensu em Ciências das Religiões

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação - Everton Venicius de Castro.pdfDissertação - Everton Venicius de Castro4,38 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.