Please use this identifier to cite or link to this item: http://bdtd.faculdadeunida.com.br:8080/jspui/handle/prefix/184
metadata.dc.type: Dissertação
Title: O PAPEL DA ESPIRITUALIDADE NO PROCESSO DE SAÚDE DO INVÍDUO RENAL CRÔNICO
metadata.dc.creator: SOUZA, DARLON DE OLIVEIRA
metadata.dc.contributor.advisor1: Rosa, Wanderley Pereira da
metadata.dc.contributor.referee1: Ribeiro, Osvaldo Luiz
metadata.dc.contributor.referee2: Nunes, Vinícius Santana
metadata.dc.contributor.referee3: Rosa, w
metadata.dc.description.resumo: A doença renal crônica (DRC) é uma das diversas patologias que se destacam no cenário epidemiológico mundial. Tem sido considerada um problema de saúde pública, não apenas em função da alta taxa de mortalidade que ocasiona, mas também porque produz alterações nos contextos psíquico, social e econômico do paciente. Ao serem diagnosticados, muitos pacientes renais questionam-se quanto ao seu presente, passado e acima de tudo, se afligem com incertezas sobre seu futuro. Diante disso, o objetivo da pesquisa aqui relatada, caracterizada como revisão de literatura, foi compreender a influência que a espiritualidade pode desempenhar no quadro de saúde dos doentes renais crônicos. A revisão de artigos científicos e material bibliográfico mostrou que, mesmo em fase incipiente, as pesquisas demonstram que a espiritualidade tem despontado como nova terapêutica na vida desses pacientes, promovendo reorganização nas esferas emocional e fisiológica e consequente mudança na forma como eles enfrentam sua doença. A espiritualidade constitui, desse modo, um elemento que ajuda os pacientes a desenvolver uma atitude mais confiante, que reverbera em sua situação clínica e consequentemente em sua qualidade de vida, já que o reestabelecimento do otimismo e da força é capaz de promover melhora no quadro de ansiedade, angústia e depressão no qual eles costumam se encontrar. Há, por outro lado, carência de investigações que evidenciem como a espiritualidade se manifesta e modifica, de forma direta, os aspectos fisiológicos do organismo, o que pode contribuir ainda mais para o sucesso do tratamento dos pacientes renais crônicos.
Abstract: The chronic kidney disease (CKD) is one of the several pathologies that stand out in the world epidemiological scenario. It’s been considered a problem of public health, not only because of the high rates of mortality that it occasions, but also because it produces alterations in the patients’ psychic, social and economic contexts. At the time of diagnosis, many renal patients ask themselves about their present, past and, above all, about the inflicting uncertainties of their future. Hence, the objective of the present study, featuring as a review of literature, was to understand the influence that spirituality can have in the health framework of chronic renal failure patients. The review of scientific articles and bibliographic material have pointed out that, even in early stages, researches show that spirituality has emerged as a new therapeutic in the lives of these patients, promoting the reorganization of emotional and physiological issues and, consequently, a change in the way they face the disease. Therefore, spirituality is an element that helps patients develop an attitude of more confidence, which reverberates in the clinical situation and, consequently, in their quality of life, since the reestablishment of optimism and strength is able to promote improvement in the frameworks of anxiety, anguish and depression in which they tend to be found. On the other hand, there is a lack of investigations emphasizing on how spirituality manifests itself and brings change, in a direct manner, to physiological aspects of the organism, which can contribute even more to the successful treatment of chronic renal failure patients.
Keywords: : Doença renal crônica. Espiritualidade. Qualidade de vida.
Chronic kidney disease. Spirituality. Quality of life.
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::TEOLOGIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
metadata.dc.publisher.department: Ciências da Religiões
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Ciências das Religiões
Citation: AIRES, M. M. Fisiologia. 3. ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2008. p. 731. ALENCAR, E. O. et al. Estresse e ansiedade em transplante renal. Saúde e Ciência, v. 4, n. 2, p. 61-82, 2015. ALMEIDA, M. A.; LOTUFO NETO, L. F.; KOENIG, H. G. Religiosidade e saúde mental: uma revisão. Revista Brasileira de Psiquiatria, v. 28, n. 3, p. 242-250, 2006. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/rbp/v28n3/2277.pdf>. Acesso em: 13 maio 2017. ALVES, J. S. Espiritualidade e saúde. Dissertação (Mestrado em Saúde Coletiva) – Universidade Vale do Rio dos Sinos, São Leopoldo, 2010. p. 16 Disponível em: <http://www.repositorio.jesuita.org.br/bitstream/handle/UNISINOS/3683/espiritualidade_saude.pdf?sequence=1>. Acesso em: 27 jul. 2017. ALVES, M. C. A espiritualidade e os profissionais de saúde em cuidados paliativos. Dissertação (Mestrado em Cuidados Paliativos) – Faculdade de Medicina de Lisboa, 2011. p. 18. ANANDARAJAH, G.; HIGHT, E. Spirituality and medical practice: using the Hope questions as a practical tool for spiritual assessment. American Family Physician, v. 63, n. 1, p. 82-83, 2001. ANTONIAZZI, A. S.; DELL’AGLIO, D. D.; BANDEIRA, D. R. V. O conceito de coping: uma revisão teórica. Estudos de Psicologia, v. 2, n. 2, p. 273-294, 1998. AQUINO, T. A. A. et al. A escala de atitudes religiosas, versão expandida (EAR-20): evidências de validade. Avaliação em Psicologia, Ibatiba, v. 12, n. 2, p. 109-119, 2013. BARRET, K. E. et al. Fisiologia médica de Ganong. 24. ed. Porto Alegre: AMGH, 2014. p. 731. BARROS, J. A. C. A que responde o modelo biomédico. Saúde e Sociedade, v. 11, n. 1, p. 67-84, 2002. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/sausoc/v11n1/08>. Acesso em: 29 set. 2017. BENZEIN, E.; BERG, A. The swedish version of hearth Hope index: an instrument for palliative care. Scandinavian Journal of Caring Sciences, v. 17, n. 4, p. 409-411, 2003. BORGES, Z. N. Entrelaçamento entre espiritualidade, religiosidade e crenças pessoais na doença renal crônica e no transplante de órgãos. 2009. Disponível em: <https://periodicos.ufsm.br/sociaisehumanas/article/viewFile/752/513>. Acesso em: 15 jun. 2016. BUTZKE, A. P. Estudos teológicos: aspectos de uma espiritualidade luterana cristã para os nossos dias. Escola Superior de Teologia, v. 43, n. 2, p. 104-120, 2003. CAMARGO, M. G. Avaliação de espiritualidade/religiosidade e associação com a qualidade de vida de pacientes com câncer e de profissionais de saúde de um hospital oncológico. Dissertação (Mestrado em Oncologia) – Programa de Pós-graduação do Hospital de Câncer de Barretos, Fundação Pio XII, 2014. p. 27. Disponível em: <https://www.hcancerbarretos.com.br/upload/doc/mayaradissertacao.pdf>. Acesso em: 5 jul. 2016. CARNEIRO, A. K. J. Avaliação da qualidade de vida dos pacientes com sorologia positiva para HIV, acompanhados ambulatorialmente no Instituto de infectologia Emílio Ribas. Dissertação (Mestrado em Controle de Doenças) – Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo, São Paulo, 2010. p. 66. CARPENITO, L. Diagnósticos de enfermagem: aplicação à prática clínica. 11. ed. São Paulo: Artmed, 2009. p. 1040. CASTRO, M. et al. Qualidade de vida em pacientes com insuficiência renal crônica em hemodiálise avaliada através do instrumento genérico SF-36. Revista da Associação Médica Brasileira, v. 49, p. 245-249, 2003. CAVALCANTE, F. A. O uso lúdico em hemodiálise: buscando novas perspectivas na qualidade de atendimento ao paciente no centro de diálise. Revista Eletrônica da Facimed, Cocal, v. 3, n. 3 p. 371-384, 2011. CERQUETANI, S. O poder da fé. Viva saúde, ano 9, n. 119, mar. 2013. Disponível em: <http://revistavivasaude.uol.com.br/saude-nutricao/106/artigo246102-2.asp/>. Acesso em: 17 fev. 2018. CESARINO, C. B.; CASAGRANDE, L. D. R. Paciente com insuficiência renal crônica em tratamento hemodialítico: atividade educativa do enfermeiro. Revista Latino-americana de Enfermagem, v. 6, n. 4, p. 31-40, 1998. CHAVES, E. C. L. C. et al. Validação clínica de espiritualidade prejudicada em pacientes com doença renal crônica. Revista Latino-americana de Enfermagem, v. 18, n. 3, p. 13-19, 2010. ______. Eficácia de diferentes instrumentos para a atribuição do diagnóstico de enfermagem sofrimento espiritual. Revista Latino-americana de Enfermagem, v. 19, n. 4, p. 9, 2011. CHOCHINOV, H.; CANN, B. Interventions to enhance the spiritual aspects of dying. Journal of Palliative Medicine, v. 8, n. 1, p. 103-115, 2005. Disponível em: <https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/16499458>. Acesso em: 24 jul. 2017. CHUENGSATIANSUP, K. Spirituality and heath: an initial proposal to incorporate spiritual heath impact assessment – environmental impact. Assement Review, v. 23, p. 3-15, 2003. Disponível em: <http://www.who.int/hia/examples/overview/whohia203/en/>. Acesso em: 13 jul. 2017. CORREIA, A. L. R. et al. Utilização da escala de avaliação da espiritualidade em pacientes portadores de lesão renal em hemodiálise. Cogitare Enfermagem, v. 20, n. 3, p. 489-495, 2015. COSTA, F. G.; COUTINHO, M. P. L.; MELO, J. R. F. Rastreamento da depressão no contexto da insuficiência renal crônica. Temas em Psicologia, Paraíba, v. 22, n. 2, p. 445-455, 2015. COTRIM, G. Fundamentos da filosofia: história e grandes temas. 15. ed. São Paulo: Saraiva, 2002. p. 14-26. COUTINHO, M. P. L.; COSTA, F. G. Depressão e insuficiência renal crônica: uma análise psicossociológica. Psicologia e Sociedade, João Pessoa, v. 27, n. 2, p. 449-459, 2015. CRUZ, M. Z.; PEREIRA JÚNIOR, A. Corpo, mente e emoções: referenciais teóricos da psicossomática. Simbologias, v. 4, n. 6, p. 46-66, 2011. CUKER, G. M. As dimensões psicológicas da doença renal crônica. Disponível em: <http://www.bib.unesc.net/biblioteca/sumario/000044/0000440B.pdf>. Acesso em: 30 jan. 2018. DANGELO, J. G.; FANTTINI, C. A. Anatomia básica dos sistemas orgânicos: com a descrição dos ossos, junturas, músculos, vasos e nervos. São Paulo: Atheneu, 2000. p. 138. DELGALARRONDO, P. Religião, psicopatologia e saúde mental. Porto Alegre: Artmed, 2008. p. 187. DINI, G. M.; QUARESMA, M. R.; FERREIRA, L. M. Adaptação cultural e validação da versão brasileira da escala de autoestima de Rosenberg. Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, v. 19, n. 1, p. 41-52, 2004. EMERY, E. E.; PARGAMENT, K. I. The many faces of religious coping late life: conceptualization, measurement, and links to well-being. Ageing International, v. 29, n. 1, p. 3-25, 2004. ESPINDULA, J. A.; VALLE, E. R. M. do; BELLO, A. A. Religião e espiritualidade: um olhar de profissionais de saúde. Revista Latino-americana de Enfermagem, v. 18, n. 6, p. 2-8, 2010. ESPIRITUALIDADE. In: ANCILLI, Ermanno; Pontifício Instituto de Espiritualidade Teresianum (Orgs.). Dicionário de espiritualidade. Trad. Orlando Soares Moreira e Silvana Cobucci Leite. São Paulo: Paulinas, 2012. p. 897-899. ______. In: BORTOLLETO FILHO, F.; KILPP, N. Dicionário Brasileiro de Teologia. São Paulo: Aste, 2008. p. 387-391. FAYER, A. A. M. Repercussões psicológicas da doença renal crônica: comparação entre pacientes que iniciam o tratamento hemodialítico após ou sem seguimento nefrológico prévio. Dissertação (Mestrado em Nefrologia) – Programa de Pós-graduação em Nefrologia, Universidade Federal de São Paulo, 2010. Disponível em: <http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5148/tde.../AnaAmeliaMartinezFayer.pdf>. Acesso em: 4 jan. 2016. FERNANDES, C. M.; MONTEIRO, C.; ALVES, J. Espiritualidade no cuidar. Informar, v. 12, n. 36, p. 10-12, 2006. FERNANDES, H. A.; OLIVEIRA, M. X. Espiritualidade e psiquismo: implicações clínicas no binômio saúde-doença. Revista Científica da FMC, v. 11, n. 1, p. 35, 2016. FERREIRA, C. F.; SILVA FILHO, C. R. A qualidade de vida dos pacientes renais crônicos em hemodiálise na região de Marília, São Paulo. Jornal Brasileiro de Nefrologia, São Paulo, v. 33, n. 2, p. 129-135, 2011. FITZGIBBOM, A. M. L. et al. Resultado da intervenção de perda de peso baseada na fé para mulheres negras. Medicina Associativa, v. 97, n. 10, p. 1393-1402, 2005. FLECK, M. P. et al. Desenvolvimento do WHOQOL, módulo espiritualidade, religiosidade e crenças pessoais. Revista Saúde Pública, v. 37, n. 4, p. 446-455, 2003. GERONE, L. G. T. A religiosidade/espiritualidade na prática do cuidado entre profissionais da saúde. Dissertação (Mestrado em Teologia) – Pontifícia Universidade Católica do Paraná, 2015. p. 130-131. Disponível em: <http://www2.pucpr.br/reol/pb/index.php/pistis>. Acesso em: 24 jul. 2017. GIOVELLI, G. et al. Espiritualidade e religiosidade: uma questão bioética? Disponível em: <http://www.bioeticaefecrista.med.br/textos/ESPIRITUALIDADE%20E%20RELIGIOSIDADE.pdf>. Acesso em: 26 nov. 2017. GONÇALVES, J. P. B. Intervenções espirituais e/ou religiosas na saúde: revisão sistemática e meta-análise de ensaios clínicos controlados. Dissertação (Mestrado em Psiquiatria) – Faculdade de Medicina, Universidade de São Paulo, 2014. p. 4. Disponível em: <http://www.JulianePiasseschideBernardinGoncalvesVersaoCorrigida%20(3).pdf>. Acesso em: 21 jul. 2017. GORESTEIN, C. Inventário de depressão de Beck: propriedades psicométricas da versão em português - escalas de avaliação clínica em psiquiatria e psicofarmacologia. São Paulo: Lemos Editorial, 2000. p. 89-93. GORESTEIN, C.; ANDRADE, L. Validation of a portuguese version of the Beck - Depression Inventory and the State-Trait Anxiety Inventory in Brazilian subjets. Revista Brasileira de Medicina e Biologia Res., v. 29, n. 4, p. 453, 1996. GUALDA, D. M. R.; BERGAMASCO, R. B. Enfermagem, cultura e o processo saúde-doença. São Paulo: Ícone, 2004, p. 265. GUIMARÃES, H. P.; AVEZUM, A. O impacto da espiritualidade na saúde física. Psiquiatria Clínica, supl. 1, n. 34, p. 89-91, 2007. GUYTON, A. C. Fisiologia humana. 6. ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2011. p. 329. HARRIS, T. B. et al. Associations of elevated interleukin-6 and C-reactive protein levels with mortality in the elderly. American Journal of Medicine, v. 106, n. 5, p. 506-512, 1999. HARRISON, T. R. Medicina interna. 17. ed. Rio de Janeiro: McGraw-Hill, 2008. p. 475. HASHIMOTO, R. F. C. Efetividade de um programa educacional voltado para a prática de atividade física com insuficiência renal em hemodiálise. Dissertação (Mestrado profissional) – Programa em educação nas profissões da saúde, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, 2014. Disponível em: <ww.pucsp.br/pos-graduacao/mestrado-e-doutorado/educacao-nas-profissoes-da-saude>. Acesso em: 4 mar. 2018. HERTH, K. Fostering Hope in terminally-ill people. Journal of Advanced Nursing, v. 15, n. 11, p. 1250-1259, 1990. Disponível em: <https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/2269747>. Acesso em: 12 jul. 2017. HUMMER, R. A. et al. Religious involvement and U.S. adult mortality. Demography, v. 36, n. 2, p. 273-285, 1999. IRONSON, G.; STUETZIE, R.; FLECTCHER, M. A. An increase in religiousness/spirituality occurs after HIV diagnosis and predicts slower disease progression over 4 years in people with HIV. Journal of General Internal Medicine, v. 21, p. 62-68, 2006. JÚNIO, E. A. S. et al. Religião no tratamento da doença crônica: comparação entre médicos e pacientes. Bioética, v. 23, n. 3, p. 615-22, 2015. KIMMEL, P. L. Depression in patients with chronic renal disease: what we know and what we need to know. Psychosom Research, v. 53, p. 951-956, 2002. KOENIG, H. G. et al. Attendance at religious services, interleukin-6, and other biological parameters of immune function in older adults. Jornal Psychiatry Medicine, v. 27, n. 3, p. 233-250, 1997. KOENIG, H. G.; LARSON, D. B.; LARSON, S. S. Religion and coping with serious medical illness. Ann Pharmacother, v. 35, n. 3, p. 352-359, 2001. KOENIG, H. G. Spirituality and mental health. International Journal of Applied Psychoanalytic Studies, v. 7, n. 2, p. 116-122, 2010. Disponível em: <https://bit.ly/2vtjrYu>. Acesso em: 24 jul. 2017. KOHLSDORF, M. Avaliação psicológica de candidatos a transplante renal intervivos. Psicologia e Argumento, v. 30, n. 69, p. 337- 346, 2012. LANDSAM, M. K. The patient whith chronic renal failure: a marginal man. Ann interm. Med, v. 82, n. 2, p. 268-270, 1975. LIPP, M. Manual do inventário de sintomas de stress para adultos de Lipp (ISSL). São Paulo: Casa do Psicólogo, 2000. Disponível em: <http://www.pearsonclinical.com.br/issl-manual.html>. Acesso em: 6 fev. 2016. LIRA, C. L. O. B.; AVELAR, T. C.; BUENO, J. M. M. H. Coping e qualidade de vida em pacientes em hemodiálises. Estudos Interdisciplinares em Psicologia, Londrina, v. 6, n. 1, p. 82-99, 2015. LUCCHETTI, G. et al. Espiritualidade na prática clínica: o que o clínico deve saber? Revista Brasileira de Clínica Médica, v. 8, n. 2, p. 154-158, 2010. LUCCHETTI, G.; ALMEIDA, C. L. G.; GRANERO, A. L. Espiritualidade no paciente em diálise: o nefrologista deve abordar? Jornal Brasileiro de Nefrologia, v. 32, n. 1, p. 128-132, 2010. LUIZ, A. A.; VERONEZ, S. V. Acompanhamento psicológico a pacientes com insuficiência renal crônica. Omnia Saúde, Londrina, v. 7, p. 55-62, 2010. LUTGENDORF, S. K. et al. Religious participation, interleukin-6 and mortality in older adults. Health Psychology, v. 23, n. 25, p. 465-475, 2004. MACHADO, G. R.; PINHATI, F. R. Tratamento de diálise em pacientes com insuficiência renal crônica. Cadernos UniFOA, Volta Redonda, n. 26, p. 137-148, 2014. MADEIRO, A. C. et al. Adesão de portadores de insuficiência renal crônica ao tratamento de hemodiálise. Acta Paulista de Enfermagem, São Paulo, v. 23, n. 4, p. 546-551, 2010. MAGALHÃES, H. G. et al. Análise da eficiência do tratamento fisioterapêutico em pacientes com insuficiência renal crônica em hemodiálise. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA, 2., 2004, Belo Horizonte. Anais... Disponível em: <https://www.ufmg.br/congrext/Saude/Saude19.pdf>. Acesso em: 10 jun. 2016. MAGÃO, M. T.; LEAL, I. A esperança nos pais de crianças com cancro: uma análise fenomenológica interpretativa da relação com profissionais de saúde. Psicologia, saúde e doenças, v. 2, n. 1, p. 4-6, 2001. Disponível em: <http://www.scielo.mec.pt/pdf/psd/v2n1/v2n1a01.pdf>. Acesso em: 22 jul. 2017. MALAGUTI, I. et al. Relação entre qualidade de vida e espiritualidade em pacientes renais crônicos que realizam hemodiálise. Medicina, Ribeirão Preto, v. 48, n. 4, p. 367-379, 2015. MCSHERRY, W.; CASH, K. The language of spirituality: an emerging taxonomy. International Journal of Nursing Studies, v. 41, n. 2, p. 151. 2004. MENEZES, C. L. de; MAIA, E. R.; LIMA, J. J. F. O impacto da hemodiálise na vida dos portadores de insuficiência renal crônica: uma análise a partir das necessidades humanas básicas. Nursing, v. 10, n. 115, p. 570-576, 2007. MENEZES, F. G. et al. Panorama do tratamento hemodialítico financiado pelo Sistema Único de Saúde: uma perspectiva econômica. Jornal Brasileiro de Nefrologia, São Paulo, v. 37, n. 3, p. 367-378, 2015. MESSINA, G. et al. Enhancement of the efficacy of cancer chemotherapy by the pineal hormone melatonin and its relation with the psychospiritual status of cancer patients. Journal of Research in Medical Science, v. 15, n. 14, p. 225-228, 2010. Disponível em: <https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC3082810/>. Acesso em: 23 jul. 2017. MICHELL, U. A.; ÁSTER F. Fundamentos de patologia. 8. ed. São Paulo: Saúdes, 2015. p. 50. MONTEIRO, D. M. R. Espiritualidade e saúde na sociedade do espetáculo. O mundo da saúde, v. 31, n. 2, p. 202-208, 2007. MORAIS, C.; GERHARDT, B.; GUSSÃO, B. C. Alterações dermatológicas nos pacientes em hemodiálise e em transplantados. Jornal Brasileiro de Nefrologia, v. 33, n. 2, p. 268-275, 2011. MOREIRA, S. M. J. Espiritualidade, bem-estar e qualidade de vida de pessoas idosas que vivem sós no domicílio habitual. Dissertação (Mestrado em Psiquiatria) – Programa de Saúde Mental em Psiquiatria, Escola Superior de Enfermagem do Porto, Porto, 2011. Disponível em: <https://comum.rcaap.pt/handle/10400.26/9214>. Acesso em: 3 fev. 2018. MOREIRA-ALMEIDA, A.; LOTUFO NETO, F.; KOENIG, H. G. Religiosidade e saúde mental. Revista Brasileira de Psiquiatria, São Paulo, v. 28, n. 3, p. 242-250, 2006. NAVARRETE, S.; SLONKA, L. Aspectos emocionais e psicossociais em pacientes renais pós- transplantados. Sociedade de Psicologia do Rio Grande do Sul, v. 14, n. 1, p. 58-65, 2014. NEPOMUCENO, F. C. L. et al. Religiosidade e qualidade de vida de pacientes com insuficiência renal crônica em hemodiálise. Saúde debate, Rio de Janeiro, v. 38, n. 100, p. 119-128, 2014. NEWBERG, A. et al. The measurement of regional cerebral blood flow during the complex cognitive task of meditation: a preliminary SPECT study. Psychiatry Res., v. 106, n. 2, p. 113-122, 2001. NUNES, F. A. et al. Autoestima, depressão e espiritualidade em pacientes portadores de doença renal crônica em tratamento hemodialítico. Medicina Residência, Curitiba, v. 16, n. 1, p. 18-26, 2014. OLIVEIRA, C. M. B. et al. Citocinas e dor. Revista Brasileira de Anestesiologia, v. 61, n. 2, p. 255-265, 2011. OLIVEIRA, R. A. Saúde e espiritualidade na formação profissional em saúde, um diálogo necessário. Revista da Faculdade de Ciências Médicas de Sorocaba, v. 19, n. 2, p. 54-55, 2017. OTAVIANI, A. C. et al. Esperança e espiritualidade de pacientes renais crônicos em hemodiálise: estudo correlacional. Revista Latino-americana de Enfermagem, v. 22, n. 2, p. 248-254, 2014. PADILHA, R. V.; KRISTENSEN, C. H. Estudo exploratório sobre medo e ansiedade em pacientes submetidos ao cateterismo cardíaco. Psico, Porto Alegre, v. 37, n. 3, p. 233-240, 2006. PANZINI, R. G.; BANDEIRA, D. R. Escala de coping religioso-espiritual (escala CRE): elaboração e validação de construto. Psicologia em Estudo, Maringá, v. 10, n. 3, p. 507-509, 2005. PARGAMENT, K. I. The psychology of religion and coping: theory, research, practice. New York: Guilford Press. 2001. Disponível em: <https://www.amazon.co.uk/Psychology-Religion-Coping-Research-Practice/dp/1572306645>. Acesso em: 4 fev. 2018. PASCOAL, M. A importância da assistência psicológica junto ao paciente em hemodiálise. Sociedade Brasileira de Psicologia Hospitalar, Rio de Janeiro, v. 12, n. 2, p. 2-11, 2009. PATEL, S. et al. Psychosocial variables, quality of life, and religious beliefs in ESRD patients treated with haemodialysis. American Journal of Kidney Diseases, v. 40, n. 5, p. 1013-1022, 2002. PEREIRA, J. R. Espiritualidade no paciente em diálise. Disponível em: <http://saudeeespiritualidade.blogspot.com.br/2011/04/espiritualidade-no-paciente-em-dialise.html>. Acesso em: 2 fev. 2016. PERES, M. F. et al. A importância da integração da espiritualidade e da religiosidade no manejo da dor e dos cuidados paliativos. Revista Psiquiatria Clínica, v. 34, p. 82-87, 2007. PIMENTA, R. O. Percepção da qualidade de vida e sua relação com a espiritualidade/religiosidade em um grupo de pacientes sob tratamento de diálise peritoneal. Disponível em: <http://conic-semesp.org.br/anais/files/2015/trabalho-1000019773.pdf>. Acesso em: 5 mar. 2018. PINHO, N. P.; SILVA, G. V.; PIERIN, A. M. G. Prevalência e fatores associados à doença renal crônica em pacientes internados em um hospital universitário na cidade de São Paulo, SP, Brasil. Jornal Brasileiro de Nefrologia, São Paulo, v. 37, n. 1, p. 91-97, 2015. PINTO, C. P.; RIBEIRO, J. L. Construção de uma escala de avaliação da espiritualidade em contextos de saúde. Arquivo de Medicina, Porto, v. 21, n. 2, p. 47-53, 2007. PINTO, S. M. O. A espiritualidade e a esperança da pessoa com doença oncológica: estudo em uma população de doentes em quimioterapia. Dissertação (Mestrado em Cuidados Paliativos) – Faculdade de Medicina da Universidade do Porto, 2011. p. 16-18. Disponível em: <https://repositorio-aberto.up.pt/bitstream/10216/63765/2/Sara%20PintoMCPDisserta 8710o.pdf>. Acesso em: 12 jul. 2017. PORTO, J. A. Conceito e diagnóstico. Revista Brasileira de Psiquiatria, São Paulo, v. 21, s. 1, p. 6, 1999. REBOLLO, Regina Andrés. O legado hipocrático e sua fortuna no período greco-romano: de Cós a Galeno. Scientiae Studia, v. 4, n. 1, p. 45-82, 2006. Disponível em: <http://www.revistas.usp.br/ss/article/view/11067>. Acesso em: 29 set. 2017. RIELLA, M. C. Princípios de nefrologia e distúrbios hidroeletrolíticos. 4. ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2003. p. 649-660. ROCHA, N. S.; FLECK, A. M. P. Avaliação de qualidade de vida e importância dada a espiritualidade/religiosidade/crenças pessoais (SRPB) em adultos com e sem problemas crônicos de saúde. Psiquiatria Clínica, Porto Alegre, v. 38, n. 1, p. 19-23, 2011. RODRIGUES, S. M. Somos homens ou somos máquinas? Para que serve a filosofia? Sapere Aude, v. 1, n. 1, p. 43-54, jan./jun. 2010. Disponível em: <periodicos.pucminas.br/index.php/SapereAude/article/download/1039/4117>. Acesso em: 5 out. 2017. ROMÃO JÚNIOR, J. E. Doença renal crônica: definição, epidemiologia e classificação. Jornal Brasileiro de Nefrologia, v. 26, n. 3, p. 1, 2004. ROMÃO, A. P. M. S. O impacto da ansiedade e depressão na qualidade de vida de mulheres com dor pélvica crônica. Dissertação (Mestrado em Medicina) – Programa de Pós-graduação em Biologia da Reprodução, Universidade de Ribeirão Preto, São Paulo, 2008. Disponível em: <http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17145/tde-06102008.../adrianaromao.pdf>. Acesso em: 23 jan. 2018. RUSSA, S. G. et al. Qualidade de vida/espiritualidade, religião e crenças pessoais de adultos e idosos renais crônicos em hemodiálise. Revista Latino-americana de Enfermagem, v. 2, n. 6, p. 911-917, 2014. SAAD, M.; MASIERO, D.; BATTISTELLA, L. P. Espiritualidade baseada em evidencia. Acta fisiátrica, v. 38, n. 3, p. 107-112, 2001. SANTOS, A. C. M.; NAKASU, M. V. P. Prevalência de sintomas de estresse e depressão em pacientes renais crônicos submetidos à hemodiálise em um hospital escola do sul de Minas Gerais. Ciência e Saúde, Itajubá, v. 7, n. 2, p. 17, 2017. SANTOS, P. R. Depressão e qualidade de vida entre pacientes em hemodiálise de uma região pobre do Brasil. Revista Brasileira de Psiquiatria, v. 33, n. 4, p. 332-337, 2011. SARAIVA, M. M. C. F. A depressão e a religiosidade em doentes hemodializados. Dissertação (Mestrado Integrado em Psicologia) – Programa Secção de Psicologia Clínica e da Saúde/Núcleo de Psicologia Clínica Dinâmica, Universidade de Lisboa, 2104. Disponível em: <http://www. epositorio.ul.pt/bitstream/10451/20195/1/ulfpie047327_tm.pdf>. Acesso em: 3 fev. 2018. SCHUSTER, J. T. et al. Avaliação de sintomas depressivos em pacientes com insuficiência renal crônica submetidos à hemodiálise em Tubarão – Santa Catarina – Brasil. AMRIGS, Porto Alegre, v. 59, n. 1, p. 15-19, 2015. SEIDL, E. M. F.; TROCCOLI, B. T.; ZANNON, C. M. L. da C. Análise fatorial de uma medida de estratégias de enfrentamento. Psicologia: Teoria e Pesquisa, v. 17, n. 3, p. 225-234, 2001. SESSO, R. C. C. et al. Diálise crônica no Brasil: relatório do Censo Brasileiro de Diálise, 2011. Jornal Brasileiro de Nefrologia, São Paulo, v. 34, n. 3, p. 272-277, 2012. SILVA, E. A. et al. Atitude religiosa: uma espera de cura para os doentes renais crônicos no serviço de diálise. Revista de Enfermagem da UFPE, Recife, v. 8, n. 8, p. 2576-2583, 2014. SILVA, G. E. et al. Qualidade de vida do paciente renal crônico em tratamento hemodialítico em Dourados – MS. Psicólogo Informação, v. 15, n. 15, p. 99-110, 2011. SILVA, H. G.; SILVA, M. J. Motivações do paciente renal para a escolha a diálise peritoneal ambulatorial contínua. Revista Eletrônica de Enfermagem, v. 5, n. 1, p. 10-14, 2003. SILVA, J. B.; SILVA, L. B. Relação entre religião, espiritualidade, e sentido de vida. Logos & Existência, v. 3, n. 2, p. 207-210, 2014. SIMPSON, C. A.; SILVA, F. S. Trajetória de vida dos transplantados renais: apreendendo as mudanças ocorridas na vida dos pacientes. Ciências: Cuidados e Saúde, v. 12, n. 3, p. 467-474, 2015. SIVIERO, P. C. L.; MACHADO, C. J.; CHERCHIGLIA, M. L. Insuficiência renal crônica no Brasil segundo enfoque de causas múltiplas de morte. Caderno de Saúde Coletiva, Rio de Janeiro, v. 22, n. 1, p. 75-85, 2014. SOCIEDADE BRASILEIRA DE NEFROLOGIA. Censo de diálise SBN 2008. Disponível em: <http://www.sbn.org.br/censos/censos_anteriores/censo_2008.pdf>. Acesso em: 16 jul. 2017. ______. Doença renal e obesidade: estilo de vida saudável para rins saudáveis. SBN Informa, v. 24, n. 109, p. 8, 2017. SOUZA JÚNIOR, E. A. et al. Religião no tratamento da doença renal crônica: comparação entre médicos e pacientes. Bioética, v. 23, n. 3, p. 615-622, 2015. SOUZA, W. A espiritualidade como fonte sistêmica na bioética. Pistis e Prax., Teologia Pastoral, v. 5, n. 1, p. 91-121, 2013. STRAWBRIDGE, W. J. et al. Frequent attendance at religious services and mortality over 28 years. Am J Public Health, v. 87, n. 6, p. 957-961, 1997. TERRA, F. S. et al. As principais complicações apresentadas pelos pacientes renais crônicos durante as sessões de hemodiálise. Revista Brasileira de Clínica Médica, Alfenas, v. 8, n. 3, p. 187-192, 2010. VALCANTI, C. C. et al. Coping religioso-espiritual em pessoas com doença renal crônica em tratamento hemodialítico. Escola de Enfermagem, v. 46, n. 4, p. 838-845, 2012. VALLE, L. S.; SOUZA, V. F.; RIBEIRO, A. M. Estresse e ansiedade em pacientes renais crônicos submetidos à hemodiálise. Estudos de Psicologia, Campinas, v. 30, n. 1, p. 131-138, 2013. VANDERLEI, A. C. Q. Espiritualidade na saúde: levantamento de evidências na literatura científica. Dissertação (Mestrado em Ciências das Religiões) – Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa, 2010. p. 19. Disponível em: <http://tede.biblioteca.ufpb.br/ bitstream/tede/4255/1/arquivototal.pdf>. Acesso em: 11 jul. 2017. VASCONCELOS, E. M. A. A associação entre vida religiosa e saúde: uma breve revisão de estudos quantitativos. Revista Reciis Eletrônica de Comunicação, Rio de Janeiro, v. 4, n. 3, p. 12-18, 2010. VIANA, A.; QUERIDO, M. A.; BARBOSA, A. Avaliação da esperança em cuidados paliativos. International Journal of Developmental and Educational Psychology, v. 2, n. 1, p. 607-616. Disponível em: <https://bit.ly/2M4nLan>. Acesso em: 21 maio 2017. VITT, S. J. S. A espiritualidade e a religiosidade na recuperação de dependentes químicos. Dissertação (Mestrado em Teologia) – Faculdade EST, São Leopoldo, 2009. p. 16. Disponível em: <http://www.est.edu.br/biblioteca/consulta-ao-acervo>. Acesso em: 12 jul. 2017. WILLEMAN, F. A. Recusa a tratamento da saúde com fundamento em crença religiosa e o dever do Estado de proteger a vida humana: o caso da transfusão de sangue em testemunha de Jeová. Emerj, v. 13, n. 50, p. 155-190, 2010.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: http://bdtd.faculdadeunida.com.br:8080/jspui/handle/prefix/184
Issue Date: 11-Aug-2018
Appears in Collections:Programa de Pós-graduação Stricto Sensu em Ciências das Religiões

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação - Darlon de Oliveira Souza.pdfDissertação - Darlon de Oliveira Souza5,26 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.