Please use this identifier to cite or link to this item: http://bdtd.faculdadeunida.com.br:8080/jspui/handle/prefix/159
metadata.dc.type: Dissertação
Title: DIÁLOGO INTER-RELIGIOSO: UM DESAFIO PARA O PENTECOSTALISMO HISTÓRICO
metadata.dc.creator: Silva, Airton Vitorino da
metadata.dc.contributor.advisor1: Ulrich, Claudete Beise
metadata.dc.contributor.referee1: Stephanini, Valdir
metadata.dc.contributor.referee2: La Paz, Nivia Ivette Núñez de
metadata.dc.contributor.referee3: Ulrich, Claudete Beise
metadata.dc.description.resumo: Esta dissertação do mestrado profissional em Ciências das Religiões aborda o diálogo inter-religioso como um desafio para o pentecostalismo histórico. A realidade brasileira é marcada pela diversidade cultural, no entanto, há muita intolerância religiosa, especialmente em relação às religiões afro-brasileiras. Reflete-se a partir dos Censos 2000 e 2010 sobre as mudanças no campo religioso brasileiro. A Igreja Católica continua sendo a maior igreja no Brasil. No entanto, os evangélicos cresceram muito e entre estes a Igreja Pentecostal Assembleia de Deus. O reconhecimento do pluralismo religioso é fundamental para o exercício do diálogo inter-religioso. O diálogo aproxima e rompe com preconceitos e aprofunda a própria identidade. A partir da reflexão com diferentes pesquisadores busca-se novos paradigmas para um encontro mais frutífero entre as religiões. Aponta-se para a importância do paradigma da pneumatologia, isto é a reflexão sobre a ação do Espírito de Deus para o diálogo inter-religioso. Neste sentido, assembleianos/as, necessitam realizar uma releitura de suas tradições e dos textos bíblicos sobre a atuação do Espírito, pois o mesmo atua além dos dons pessoais, da glossolalia e da profecia. A dimensão da atuação do Espírito de Deus como promotor da justiça e da paz precisa ser melhor refletida na Assembleia de Deus, bem como de todas as igrejas que professam a fé no Deus Espírito. Conclui-se que o diálogo inter-religioso se apresenta sim como um grande desafio para o pentecostalismo histórico. A participação do pentecostalismo histórico nos debates sobre o diálogo será de fundamental importância na superação da intolerância religiosa e no cuidado urgente de toda a criação. O método utilizado neste trabalho foi o dedutivo, fundamentado em pesquisa bibliográfica.
Abstract: This dissertation of the professional master's degree in Sciences of the Religions addresses interreligious dialogue as a challenge to historic Pentecostalism. The Brazilian reality is marked by cultural diversity, however, there is a lot of religious intolerance, especially in relation to Afro-Brazilian religions. It is reflected from the Censuses 2000 and 2010 on the changes in the Brazilian religious field. The Catholic Church remains the largest church in Brazil. However, evangelicals have grown a lot and among these the Pentecostal Church Assembly of God. The recognition of religious pluralism is fundamental to the exercise of interreligious dialogue. Dialogue approaches and breaks with prejudices and deepens one's identity. From the reflection with different researchers, new paradigms are sought for a more fruitful encounter between religions. It is pointed out to the importance of the paradigm of pneumatology, that is the reflection on the action of the Spirit of God for interreligious dialogue. In this sense, assemblyians need to re-read their traditions and biblical texts on the work of the Spirit, because the same acts beyond the personal gifts, the glossolalia and prophecy. The dimension of the work of the Spirit of God as the promoter of justice and peace needs to be better reflected in the Assembly of God as well as of all the churches that profess faith in the Spirit God. It is concluded that interreligious dialogue presents itself as a major challenge for historical Pentecostalism. The participation of historical Pentecostalism in the debates on dialogue will be of fundamental importance in overcoming religious intolerance and in the urgent care of all creation. The method used in this work was the deductive, based on bibliographical research.
Keywords: Diálogo inter-religioso, Pentecostalismo histórico, Assembleia de Deus, Ação do Deus Espírito.
Interreligious dialogue, Historical pentecostalismo, Assembleia de Deus, Action of God the Spirit.
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::TEOLOGIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
metadata.dc.publisher.department: Ciências da Religiões
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Ciências das Religiões
Citation: ALENCAR, Gedeon Freire de. Assembleias de Deus: Origem, Implantação e militância (1911-1946). São Paulo: Arte, 2010. __________ Nova geração pastoral assembleiana: universitários, modernos e progressistas. In: OLIVEIRA, David Mesquiati de. (Org.). Pentecostalismo em Diálogo. São Paulo: Fonte, 2014. ALVES, Luiz Alberto Sousa; ALVES, Maria Helena Leviski. Aspectos da Diversidade Religiosa. In: JUNQUEIRA, Sérgio (Org.) O Sagrado: Fundamentos e Conteúdo do Ensino Religioso. Curitiba: IBPEX, 2009. ANDRADE, Oliveira Maristela de. A Religiosidade Brasileira: o pluralismo religioso, a diversidade de crenças e o processo sincrético. CAOS - Revista Eletrônica de Ciências Sociais. N°. 14 – setembro de 2009. Disponível em: <http://www.cchla.ufpb.br/caos/n14/6A%20religiosidade%20brasileira.pdf>. Acesso em: 23 fev. 2017. AZEVEDO, Thales de. O catolicismo no Brasil: um campo para a pesquisa social. Salvador : Edufba, 2002. BERG, Daniel, Enviado por Deus, Memórias de Daniel Berg. 8. ed. Rio de Janeiro: Casa Publicadora das Assembleias de Deus, 2000. BERGER, Peter L. O Dossel Sagrado: elementos para uma teoria sociológica da religião. São Paulo: Paulinas, 1983. __________. A dessecularização do mundo: uma visão global. Religião e Sociedade, Rio de Janeiro, v.21, n.1, p.9-23, 2001. __________; LUCKMANN, Thomas. Modernidade, pluralismo e crise de sentido. Petrópolis: Vozes, 2004. BIBLIOTECA VIRTUAL DE DIREITOS HUMANOS. Declaração Universal dos Direitos Humanos. Artigo 18. Disponível em: <http://www.direitoshumanos.usp.br/index.php/Declara%C3%A7%C3%A3o-Universal-dos-Direitos-Humanos/declaracao-universal-dos-direitos-humanos.html>. Acesso em: 20 jan. 2017. BOFF, Leonardo. Ética da vida. A nova centralidade. Rio de Janeiro: Record, 2009. _________. O Espírito Santo: Fogo interior, doador da vida, e Pai dos pobres. Petrópolis: Vozes, 2013. BOSCHINI, Alexandre Douglas; LANZA, Fabio. Renovação Carismática Católica: meios de aproximação com a juventude. Disponível em:< http://www.uel.br/eventos/semanacsoc/pages/arquivos/douglas.pdf>. Acesso em: 25 Jun. 2017. BRASIL. Constituição da República dos Estados Unidos do Brasil (de 24 de fevereiro de 1891). Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constituicao91.htm>. Acesso em: 22 mar. 2017. _________. CIDADANIA E JUSTIÇA. Dia de Combate à Intolerância Religiosa é celebrado neste sábado (21). Disponível em: <http://www.brasil.gov.br/cidadania-e-justica/2017/01/dia-de-combate-a-intolerancia-religiosa-e-celebrado-a-intolerancia-religiosa-e-celebrado-neste-sabado-21>. Acesso em: 15 mar. 2017. _________. Lei Nº 10.639, de 9 de Janeiro de 2003. Altera a Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional, para incluir no currículo oficial da Rede de Ensino a obrigatoriedade da temática “História e Cultura Afro-Brasileira”, e dá outras providências. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/2003/L10.639.htm>. Acesso em: 23 mar. 2017. _________. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO (MEC). Orientações e Ações para Educação das Relações Étnico-Raciais. Secretaria da Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade. Brasília: SECAD, 2006. Disponível em: <http://portal.mec.gov.br/dmdocuments/orientacoes_etnicoraciais.pdf>. Acesso em: 23 mar. 2017. _________. Casa Civil. Subchefia para Assuntos Jurídicos. Constituição da República Federativa do Brasil de 1988. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constituicao.htm>. Acesso em: 20 jan. 2017. CAMPOS, Silveira Leonildo. Os Mapas, Atores e Números da Diversidade Religiosa Cristã Brasileira: Católicos e Evangélicos entre 1940 e 2007. 2008. Disponível em: <http://www.pucsp.br/rever/rv4_2008/t_campos.pdf>. Acesso em: 20 mar. 2017. CAMPOS, Leonildo Silveira. Pentecostalismo e Protestantismo “Histórico” no Brasil: um século de conflitos, assimilação e mudanças. Horizonte. Belo Horizonte, v. 9, n. 22, 2011. CAMURÇA, Marcelo Ayres. O Brasil religioso que emerge do Censo de 2010: consolidações, tendências e perplexidades. In: TEIXEIRA, Faustino. MENEZES, Marta (Org.) Religiões em Movimento: O censo de 2010. Petrópolis: Vozes, 2013. _________. A realidade das religiões no Brasil no Censo do IBGE- 2000. In: TEIXEIRA, Faustino; MENEZES, Renata (Orgs.). As religiões no Brasil: continuidades e rupturas. Petrópolis: Vozes, 2006. COMBLIN, José. Atos dos Apóstolos. 2. ed. São Paulo: Fonte, 2012. CONSELHO NACIONAL DE IGREJAS CRISTÃS – CONIC. Igrejas membro. Disponível em: <http://www.conic.org.br/portal/igrejas-membro>. Acesso em: 17 mar. de 2017. CORONIL, Fernando. Natureza do pós-colonialismo: do eurocentrismo ao globocentrismo. In: LANDER, Edgardo (Org.). A colonialidade do saber: eurocentrismo e ciências sociais. Perspectivas latinoamericanas. Colección Sur Sur. Buenos Aires: CLACSO, 2005. DIA INTERNACIONAL DA TOLERÂNCIA. Disponível em: <https://www.calendarr.com/brasil/dia-internacional-da-tolerancia/>. Acesso em: 22 jan. 2017. DICIONÁRIO INFORMAL. Disponível em: <http://www.dicionarioinformal.com.br/>. Acesso em: 12 jan. 2017. DOMEZI, Maria Cecilia. Deus em guerra e pacto na América Latina colonial. São Paulo: Idéias & Letras, 2015. FAJARDO, Pinheiro Maxwell. Onde a luta se travar: A expansão das Assembleias de Deus no Brasil urbano (1946 – 1980). Tese de Doutorado. Assis: Faculdade de Ciências e Letras de Assis – UNESP, 2015. Disponível em: <https://repositorio.unesp.br/bitstream/handle/11449/132222/000851874.pdf>. Acesso em: 20 dez. 2017. FERREIRA, Aurélio Buarque de Holanda. Dicionário. 2 ed. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1986. FINKE, Roger; STARK, Rodney apud. GUERRA, Lemuel Dourado. Mercado religioso no Brasil: competição, demanda e a dinâmica da esfera da religião. Recife: Universidade Federal de Pernambuco, 2000. Disponível em: <http://repositorio.ufpe.br:8080/bitstream/handle/123456789/9835/arquivo9371_1.pdf>. Acesso em: 22 fev. 2017. FITZGERALD L. Michael (Mons.). A Declaração Nostra Aetate: o respeito da igreja pelos valores religiosos. 2006. Disponível em: <https://revistas.pucsp.br/index.php/culturateo/article/viewFile/14956/11152>. Acesso em: 20 jan. 2017. FLEURI, Reinaldo Matias. Intercultura e educação. Rev. Bras. Educ. , Rio de Janeiro, n. 23, p. 16-35, agosto de 2003. Disponível em <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-24782003000200003>. Acesso em: 13 jan. 2017. FREYRE, Gilberto. Sobrados e Mucambos: decadência do patriarcado rural e desenvolvimento do urbano. Apresentação de Roberto Da Matta; Bibliografia de Edson Nery da Fonseca; notas bibliográficas revistas por Gustavo Henrique Tuna. São Paulo: Global, 2013. Disponível em: <https://gruponsepr.files.wordpress.com/2016/10/livro-completo-sobrados-e-mucambos-gilberto-freyre-1.pdf>. Acesso em: 10 fev. 2017. FRESTON, Paul. Breve histórico do pentecostalismo brasileiro. In: ANTONIOZZI, Alberto et al. Nem anjos nem demônios: interpretações sociológicas do pentecostalismo. Petrópolis: Vozes, 1994. GEFFRÉ, Claude. A crise da identidade cristã na era do pluralismo religioso. Concilium, v. 311, nº 3, 2005. GIDDENS, Anthony. Para além da esquerda e da direita, 1. ed. São Paulo: UNESP, 1996. __________. A terceira via. São Paulo: Record, 1999. __________. Mundo em descontrole: o que a globalização está fazendo de nós. 3 ed. Rio de Janeiro: Record, 2003. __________. As consequências da modernidade. São Paulo: Ed. UNESP,1991. GIUMBELLI, Emerson. O “Chute na Santa”: blasfêmia e pluralismo religioso no Brasil. In: BIRMAN, Patrícia. Religião e espaço público. São Paulo: Attar, 2003. GUIMARÃES, Neves M. B. Perspectivas cristãs para o diálogo inter-religioso atual. Horizonte. Belo Horizonte, v. 5, n. 9, 2006. Disponível em:<http://periodicos.pucminas.br/index.php/horizonte/article/view/480/498>. Acesso em: 20 fev. 2017. HAIGHT, Roger. Jesus, símbolo de Deus. São Paulo: Paulinas, 2003. HICK, John. Teologia cristã e pluralismo religioso. Trad. Luiz Henrique Dreher. São Paulo: ATTAR, 2005. INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA – IBGE. Censo 2010, 2012. Disponível em: <http://censo2010.ibge.gov.br/sinopse/index.php?dados=1&uf=35>. Acesso em: 18 mar. 2017. __________. Censo Demográfico 2010: Características gerais da população, religião e pessoas com deficiência. Disponível em: <http://www.ibge.gov.br/home/estatistica/populacao/censo2010/caracteristicas_religiao_deficiencia/default_caracteristicas_religiao_deficiencia.shtm>. Acesso em: 12 mar. 2017. _________. Censo 2000. Disponível em: <http://www.ibge.gov.br/home/estatistica/populacao/censo2000/>. Acesso em: 20 mar. 2017. INSTITUTO DATAFOLHA. Perfil e Opinião dos Evangélicos no Brasil. 44% dos evangélicos já foram católicos. Disponível em: <http://media.folha.uol.com.br/datafolha/2016/12/28/da39a3ee5e6b4b0d3255bfef95601890afd80709.pdf>. Acesso em: 18 mar. 2017. JUNGBLUT, Airton Luiz. Globalização e religião Efeitos do pluralismo global no campo religioso contemporâneo, Civitas, Porto Alegre, v. 14, n. 3, set.-dez. 2014. Disponível em: <http://repositorio.pucrs.br/dspace/bitstream/10923/8893/2/Globalizacao_e_religiao_Efeitos_do_pluralismo_global_no_campo_religioso_contemporaneo.pdf>. Acesso em 17 jan. 2017. KÜNG, H. Religiões do mundo: em busca dos pontos comuns. 2 ed. Campinas: Verus, 2004. LIMA, Araújo Diógenes Juliana de; FILHO, Costa Capistrano Ismar. O Conceito de Aldeia Global de Mc Luhan Aplicado ao Webjornalismo. Anais... Intercom – Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação XXXII. Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação – Curitiba, PR – 4 a 7 de setembro de 2009. Disponível em: <http://www.intercom.org.br/papers/nacionais/2009/resumos/R4-1816-1.pdf>. Acesso em: 20 fev. 2017. LIMA, Adriano Souza. Os Desafios Institucionais para a Unidade dos Pentecostais. In: OLIVEIRA, David Mesquiati de (ORG). Pentecostalismo e Unidade, São Paulo, Fonte, 2015. _________. A Pneumatologia como Fundamento Teológico para o Diálogo Inter-Religioso nas Assembleias de Deus. Tese de Doutorado. Curitiba: Pontifícia Universidade Católica do Paraná, 2016. _________. Pentecostalismo e diálogo inter-religioso. In: OLIVEIRA, David Mesquiati de. (Org.). Pentecostalismo em Diálogo. São Paulo: Fonte, 2014. MACHADO, Maria das Dores Campos. Carismáticos e pentecostais: adesão religiosa na esfera familiar. Campinas: Autores Associados; São Paulo: ANPOCS, 1996. MARTINS, Antonione Rodrigues. Novo Mapa das Religiões no Brasil. Resenha de NERI, Marcelo Côrtes (Coord.). Horizonte. Belo Horizonte, v. 9, n. 23, p. 942-945, out./dez. 2011. Disponível em: <http://periodicos.pucminas.br/index.php/horizonte/article/view/2849/3341>. Acesso em: 17 mar. 2017. MARIZ, Cecília Loreto; MACHADO, Maria das Dores Campos. Mudanças recentes no campo religioso brasileiro. Antropolítica, nº 5. 1998. Disponível em: <http://www.uff.br/antropolitica/revistasantropoliticas/revista_antropolitica_05.pdf>. Acesso em: 17 mar. 2017. MELLO, Izabel Cristina Veiga. As relações de poder no pentecostalismo brasileiro: uma identidade forjada no calor de sua história. Azusa – Revista de Estudos Pentecostais, v. 1, n. 1, set. 2010. Disponível em: <http://azusa.faculdaderefidim.edu.br/index.php/azusa/article/view/4/3>. Acesso em: 16 jan. 2017. MOLTMANN, Jürgen. O espírito da vida: uma pneumatologia integral. Petrópolis: Vozes, 2010. _________. Experiências de reflexão teológica: caminhos e formas da teologia cristã. São Leopoldo: Unisinos, 2004. _________. A Fonte da Vida. São Paulo: Loyola, 2002. NERI, Marcelo Côrtes (Coord.). Novo Mapa das Religiões. Rio de Janeiro: CPS/FGV, 2011. Disponível em: <http://www.cps.fgv.br/cps/religiao/>. Acesso em: 17 mar. 2017. ORO, Ari Pedro. Intolerância religiosa iurdiana e as reações afro no Rio Grande do Sul; in Intolerância Religiosa: Impactos do Neopentecostalismo no Campo religioso Afro-brasileiro. SILVA, Vagner Gonçalves da. Intolerância Religiosa: Impactos do Neopentecostalismo no Campo religioso Afro-brasileiro Pedro Oro … et al.; Vagner Gonçalves da Silva (Org.). - São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 2007. ORO, Pedro Ivo. O Fenômeno Religioso: como entender. São Paulo: Paulinas, 2013. OLIVEIRA, Aurenéa Maria de. Preconceito, estigma e intolerância religiosa: a prática da tolerância em sociedades plurais e em Estados multiculturais. Estudos de Sociologia, Rev. do Progr. de Pós-Graduação em Sociologia da UFPE, v. 13, n. I, 2014. Disponível em: <http://www.revista.ufpe.br/revsocio/index.php/revista/article/download/215/175>. Acesso em: 20 jan. 2017. OLIVEIRA, Tiago Rege de. Um breve histórico do movimento pentecostal moderno e da igreja Assembleia de Deus no Brasil. Interdisciplinar: Revista Eletrônica da Univar, n.º 6, 2011. Disponível em: <http://revista.univar.edu.br/index.php/interdisciplinar/article/view/135/0>. Acesso em: 20 mar. 2017. OLIVEIRA, David Mesquiati de (Org.), Pentecostalismo em Diálogo. São Paulo: Fonte, 2014. PAINE, Randall Scott. Exclusivismo, Inclusivismo e Pluralismo Religioso. Revista Brasileira de História das Religiões – Ano I, no. 1 – Dossiê Identidades Religiosas e História. Disponível em:< http://www.dhi.uem.br/gtreligiao/pdf/11%20Scott%20Randall%20Paine.pdf>. Acesso em: 20 mar. 2017. PANSIEWICZ, Roberlei. Os níveis ou formas de diálogo inter-religioso: uma leitura a partir da teologia cristã. Horizonte. Belo Horizonte, v. 2, n. 3, p. 39, 2 sem. 2003. Disponível em: <http://periodicos.pucminas.br/index.php/horizonte/article/view/597/624>. Acesso em: 20 mar. 2017. PRANDI, Reginaldo. Mitologia dos Orixás. São Paulo: Companhia das Letras, 2000. __________. Axé em movimento no mercado religioso: Umbanda em declínio, Candomblé em ascensão. Anuac, v. I, N. 2, p. 106, novembro 2012. Disponível em: <http://ojs.unica.it/index.php/anuac/article/download/1611/1360>. Acesso em: 20 mar. 2017. PIERUCCI, Antônio Flávio. Cadê nossa diversidade religiosa? Comentários ao texto de Marcelo Camurça. In: TEIXEIRA, Faustino; MENEZES, Renata. (Org.). As Religiões no Brasil: Continuidades e Rupturas. Petrópolis: Vozes, 2006. PUFF, Jefferson. Tom ‘bélico’ de alguns líderes evangélicos cria clima propício à intolerância. BBC- Brasil, 23 de junho de 2015. Disponível em: <http://www.bbc.com/portuguese/noticias/2015/06/150622_entrevista_pastor_pai_jp>. Acesso em: 20 mar. 2017. QUEIRUGA, Andrés Torres. Auto-compreensão Cristã: Diálogo das Religiões. trad. Jose Afonso Beraldin da Silva. São Paulo: Paulinas 2007. RAMPAZZO, Lino. Antropologia, Religiões e Valores cristãos. 3. ed. São Paulo: Loyola, 2004. READ, William R. Fermento religioso nas massas do Brasil. Campinas: Cristã Unida, 1967. RIO, João do. As religiões no Rio. Coleção Biblioteca Manancial, n.º 47, Rio de Janeiro: Nova Aguilar, 1976. Disponível em: <http://www.dominiopublico.gov.br/download/texto/bi000185.pdf>. Acesso em: 10 fev. 2017. RIBEIRO, Claudio de Oliveira. Pluralismo e libertação. São Paulo: Paulinas, 2014. ROLIM, Francisco Cartaxo. Pentecostais no Brasil: uma interpretação sócio-religiosa. Petrópolis: Vozes, 1985. SANCHES, Wagner Lopes, Pluralismo Religioso: As religiões do mundo atual. 2ª edição, Paulinas, São Paulo, 2010. SANCHES, Sidney Moraes. Narrativa e testemunho e as vivências humanas entre diferentes. In: OLIVEIRA, Davi Mesquiati de (Org.) Pentecostalismo em Diálogo. São Paulo: Fonte, 2014. SANCHIS, Pierre (Org.). Fiéis e cidadãos: Percursos de sincretismo no Brasil. Rio de Janeiro: EDUERJ, 2001. __________. As religiões dos Brasileiros. Horizonte, Belo Horizonte, v. 1, n. 2, 2° sem. 1997. Disponível em: <http://periodicos.pucminas.br/index.php/horizonte/article/view/412>. Acesso em: 15 mar. 2017. SIEPIERSKI, Paulo. Contribuições para uma tipologia do pentecostalismo brasileiro. In: GUERRIERO, Silas (Org.). O Estudo das religiões: desafios contemporâneos. 2 ed. São Paulo: Paulinas, 2004. SIGNIFICADOS. Disponível em: <https://www.significados.com.br/pluralidade/>. Acesso em: 12 jan. 2017. SILVA, Carlos Antonio da. O paradoxo cristológico: A proposta de Claude Geffré para o diálogo inter-religioso. Atualidade Teológica, Ano XIII nº 33, setembro a dezembro/2009. Disponível em: <https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/18291/18291.PDF>. Acesso em: 21 jan. 2017. SILVA, Elizete da. Protestantismo e questões sociais. Sitientibus, Feira de Santana, 1996. Disponível em: <http://www2.uefs.br/sitientibus/pdf/14/protestantismo_e_questoes_sociais.pdf>. Acesso em: 20 mar. 2017. SILVA, Lucilia Carvalho da; SOARES, Katia dos Reis Amorim. A Intolerância Religiosa face às religiões de Matriz Africana como expressão das relações étnico-raciais brasileiras: O Terreno do combate à intolerância no município de Duque de Caxias. Revista EDUC-Faculdade de Duque de Caxias. V. 01, Nº. 03/Jan-Jun, 2015. Disponível em: <http://www.faculdadededuquedecaxias.edu.br/educ/downloads/numero3/1-artigo.pdf>. Acesso em: 20 fev. 2017. SILVA, G. Yask; COELHO, D. Lázara; VIEIRA, C. R. Cristina. A glossolalia em Pentecoste: a comunicação para difusão do cristianismo. Sacrilegens - Revista dos Alunos do Programa de Pós-graduação em Ciência da Religião – UFJF. 2012. Disponível em: <http://www.ufjf.br/sacrilegens/files/2012/04/9-1-13.pdf>. Acesso em: 14 jan. 2017. SCHULTZ, Adilson. Deus está presente – o Diabo está no meio. O protestantismo e as estruturas teológicas do imaginário teológico brasileiro. Tese de Doutorado. São Leopoldo: Faculdades EST, 2005. Disponível em: <http://www3.est.edu.br/biblioteca/btd/Textos/Doutor/Schultz_a_td48.pdf>. Acesso em: 20 mar. 2017. STÜRMER, Rosangela. Diálogo inter-religioso. Ciberteologia - Revista de Teologia & Cultura - Ano IV, n. 15, p. 53-54, Janeiro/Fevereiro 2008. Disponível em: <http://ciberteologia.paulinas.org.br/ciberteologia/wp-content/uploads/2009/06/01dialogointerreligioso.pdf>. Acesso em: 23 jan. 2017. TEIXEIRA, Faustino. O censo de 2010 e as religiões no Brasil: esboço de uma apresentação. In: TEIXEIRA, Faustino; MENEZES, Marta (Orgs.). Religiões em Movimento: O censo de 2010. Petrópolis: Vozes, 2013. __________. Faces do catolicismo brasileiro contemporâneo. Revista USP, São Paulo, n.67, set./nov., 2005. Disponível em: <http://www.periodicos.usp.br/revusp/article/viewFile/13452/15270>. Acesso em: 15 mar. 2017. __________.; DIAS, Zwinglio Mota. Ecumenismo e Diálogo Inter-Religioso – A arte do possível. São Paulo: Santuário, 2015. __________. Diálogo Inter-religioso, ontem e hoje, s.d. Disponível em: <http://www.missiologia.org.br/cms/ckfinder/userfiles/files/53dialogointer.pdf>. Acesso em: 20 fev. 2017. __________. Fundamentos e possibilidades para um diálogo inter-religioso hoje. In: AUGUSTO, Adailton Maciel (Org.). Ainda o sagrado selvagem. Homenagem a Antônio Gouvêa Mendonça. São Paulo: Fonte/Paulinas, 2010. __________. O Imprescindível Desafio da Diferença Religiosa. Rev. Inter. Mob. Hum. Brasília, Ano XX, Nº 38, jan./jun. 2012. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/remhu/v20n38/a11v20n38.pdf>. Acesso em: 20 jan. 2017. __________. A interpelação do diálogo inter-religioso para a teologia. In: SUSIN, Luiz Carlos (Org.). Sarça ardente. Teologia na América Latina: perspectivas. São Paulo: Paulinas/Soter, 2000. __________. Deus não tem religião. São Leopoldo: Instituto Humanitas Unisinos, 2016. Disponível em: <http://www.ihu.unisinos.br/553135-deus-nao-tem-religiao-artigo-de-faustino-teixeira>. Acesso em 10 fev. 2017. __________. Interpelação do diálogo inter-religioso para a Teologia. Disponível em: <http://fteixeira-dialogos.blogspot.com.br/2010/04/interpelacao-do-dialogo-inter-religioso.html>. Acesso em 20 fev. 2017. __________. Teologia das religiões, uma visão panorâmica. São Paulo: Paulinas, 1995. TERAOKA, Cortizo Massao Thiago. A Liberdade Religiosa no Direito Constitucional Brasileiro. Tese de Doutorado. Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo. São Paulo, 2010. Disponível em: <http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/2/2134/tde-21062011-095023/publico/liberdade_religiosa_completa.pdf>. Acesso em: 20 mar. 2017. UBALDI, Pietro. A Grande Síntese. 21 ed. Campos dos Goytacazes: Instituto Pietro Ubaldi, 2001. ULRICH, Claudete Beise. Mulheres e a educação teológica acadêmica: uma reflexão a partir da experiência de estudantes mulheres na Faculdade Unida de Vitória - ES – Brasil. In: BARRET0, Raimundo C. Jr; CAVALCANTE, Ronaldo; ROSA, Wanderley Pereira da. World Christianity and Public Religion/Cristianismo Mundial e Religião Pública. Vitória: UNIDA, 2016. WOLFF, Elias. Espiritualidade do diálogo inter-religioso: contribuição nas perspectivas cristãs. São Paulo: Paulinas, 2016. VINGREN, Ivar. Gunnar Vingren: o diário do pioneiro. 2 ed. Rio de Janeiro: CPAD, 1982.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: http://bdtd.faculdadeunida.com.br:8080/jspui/handle/prefix/159
Issue Date: 29-Jun-2017
Appears in Collections:Programa de Pós-graduação Stricto Sensu em Ciências das Religiões

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação - Airton Vitorino da Silva.pdfDissertação - Airton Vitorino da Silva1,44 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.